Candidatos a prefeito em Cuiabá estão sem caixa de campanha

Até o momento, apenas um candidato informou ao TSE doações recebidas em dinheiro

(Foto: Agência Brasil)

A exatos 39 dias para a data do primeiro turno da eleição, a arrecadação dos candidatos a prefeito de Cuiabá segue estagnada. De acordo com as informações prestadas à Justiça Eleitoral, o candidato do NOVO, o empresário Paulo Henrique Grando é o que mais arrecadou.

Ele recebeu R$ 29 mil divididos da seguinte forma: R$ 10 mil doados pelo candidato a vice-prefeito, Alvani Manoel Laurindo, e outros R$ 10 mil doado pelo cidadão Ivo da Costa Oliveira.

Também houve uma doação de R$ 3 mil pela direção municipal do partido e outros R$ 3 mil doados pelo próprio candidato Paulo Grando.

Outro que registrou doação financeira foi o candidato a prefeito pelo PSL, Aécio Rodrigues, que também tirou do próprio bolso a quantia de R$ 5 mil.

Até o momento, não apresentaram doações recebidas em dinheiro para a campanha eleitoral o prefeito e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB), Roberto França (Patriota), Abílio Junior (Podemos), Gisela Simona (PROS), Julier Sebastião (PT), Gilberto Lopes Filho (PSOL).

Desde a eleição de 2016, é proibido aos candidatos receberem doações de pessoas jurídicas, ou seja, empresas privadas. As únicas aceitas são de pessoas físicas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCalor extremo pode matar? Regiões de MT recebem alerta vermelho
Próximo artigo“Eu condeno todos os supremacistas brancos, eu condeno a Ku Klux Klan”, diz Donald Trump