Ministra do STF nega pedido de liberdade de Savi, que amarga 5ª derrota judicial

Além disso, na última sexta-feira (29) a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se manifestou contra o pedido de soltura do deputado

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Preso há quase dois meses no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), o deputado estadual Mauro Savi (DEM) amargou mais uma derrota judicial nesta segunda-feira (02), desta vez no Supremo Tribunal Federal (STF). A ministra Rosa Weber negou pedido de habeas corpus protocolado pela defesa do parlamentar pedindo sua soltura.

Este foi o quinto pedido de liberdade negado ao deputado, que foi preso com a deflagração da Operação Bônus, segunda fase da Operação Bereré, sob acusação de chefiar um esquema de corrupção instalado dentro do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O primeiro pedido foi negado pelo desembargador José Zuquim Nogueira, que decretou a prisão de Savi, sendo que posteriormente o habeas corpus foi negado em decisão de mérito pelo Pleno do Tribunal de Justiça. O parlamentar também já teve duas decisões liminares desfavoráveis no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Além disso, na última sexta-feira (29), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se manifestou contra o pedido de soltura de Savi, protocolado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso no STF. A reclamação também está sob a relatoria da ministra Rosa Weber.

No parecer, a procuradora citou o que classificou como “alarmante grau de comprometimento” de deputados estaduais em investigações e processos criminais e disse que o Legislativo Estadual ignorou a gravidade dos crimes cometidos por Savi, bem como agiu manifestamente na defesa da pessoa e não das prerrogativas do cargo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComemoração a la Quico e duelo entre vilãs motivou criação de memes do jogo entre Brasil e México
Próximo artigoProcurador da Lava Jato critica STF por manter preso ladrão de bermuda