Justiça autoriza quebra de sigilo telefônico de envolvidos na morte de PM da reserva

Investigação aponta que Noel Marques da Silva teria sido assassinado a mando da esposa por interesse financeiro

(Foto: Adrienn / Pexels)

A 12ª Vara Criminal de Cuiabá deferiu o pedido de quebra do sigilo telefônico de Tatiane Borralho de Oliveira Silva, Cleyton Cosme de Figueiredo Almeida e Ana Lopes Borralho Filha de Oliveira, ex-mulher e sogra de Noel Marques da Silva. O terceiro denunciado seria amante de Tatiane.

Na decisão, o juiz Flávio Miraglia Fernandes, afirma que o caso apresenta os requisitos necessários para a autorização da extração dos dados, inclusive para esclarecer os fatos que resultaram no crime.

O magistrado autoriza o acesso às mensagens, mídias e todos os arquivos constantes nos aparelhos, inclusive daqueles que já tenham sido apagados.

A autorização foi publicada no Diário de Justiça Eletrônico dessa sexta-feira (1º).

O crime

Noel foi morto no dia 22 de agosto de 2020, no bairro Jardim Colorado, na Capital.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual, Tatiane era casada com a vítima há aproximadamente 10 anos, mas o casal vinha enfrentando problemas conjugais. Ela, então, resolveu pagar uma recompensa a Cleyton – com quem já havia tido um caso – para matar o marido.

A intenção da mulher, segundo a Promotoria, era ficar com os bens do casal e ainda a pensão que a Polícia Militar pagaria após a morte. Noel era policial da reserva.

Ainda conforme os promotores responsáveis pelo caso, Ana – mãe de Tatiane e sogra de Noel – instigou a filha a prosseguir com o plano.

O filho da vítima, Noel Marques da Silva Júnior foi assassinado em março deste ano. O rapaz morreu na frente da mãe e cobrava a investigação da morte do pai.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMãe capota veículo em Várzea Grande e filha de três anos morre
Próximo artigoCasal reage a assalto, é baleado e jogado em piscina em Cuiabá