Casal reage a assalto, é baleado e jogado em piscina em Cuiabá

Policiais militares chegaram a tempo e conseguiram retirar as vítimas da água, com vida

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Um homem de 69 anos e uma mulher de 41 anos foram baleados e jogados dentro da piscina da casa deles, no Distrito de Nossa Senhora da Guia, em Cuiabá, na noite desse sábado (2), ao reagir a um assalto.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que ouviram barulho de tiros na casa das vítimas. Uma equipe da PM foi até o local e foi informada de que, após os disparos, um homem tinha sido visto pulando o muro e correndo rumo aos fundos da estação de tratamento de esgoto.

Os policiais tentaram abrir o portão da casa, mas não conseguiram. Eles chamaram pelos moradores, mas não tiveram resposta. Um cabo da PM, então, subiu no muro e viu duas pessoas dentro da piscina.

O policial notou que a água estava vermelha devido ao sangramento das vítimas e que a mulher estava submersa na parte mais funda da piscina, enquanto o homem estava na parte rasa, com a cabeça apoiada na borda.

Diante da situação, o militar pulou o muro, tirou a mulher da água, abriu o portão para o outro policial e retirou o homem da água.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e, enquanto aguardavam o socorro, a mulher contou o que havia acontecido.

Assalto

A vítima contou que, ao chegar em casa com o marido, o ladrão já estava no local e começou a agredir o esposo dela, exigindo a chave do carro e a carteira dele.

Ela reagiu e o assaltante atirou no peito dela e no abdômen do marido. O Samu chegou e eles não contaram como acabaram na piscina.

As vítimas foram levadas para o Hospital Municipal de Cuiabá, onde ficaram sob cuidados médicos.

Os policiais receberam uma denúncia sobre quem teria praticado o crime, mas o criminoso ainda não foi localizado. O caso foi registrado como roubo seguido de tentativa de homicídio.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça autoriza quebra de sigilo telefônico de envolvidos na morte de PM da reserva
Próximo artigoLiberação de cirurgia plástica pelo plano de saúde: como funciona?