Mendes encerra recuperação judicial do grupo Bipar em setembro e rebate Taques

Ex-prefeito acusou governador de não entender de gestão privada nem pública

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A recuperação judicial do Grupo Bipar, pertencente ao pré-candidato a governador Mauro Mendes (DEM), deve ser encerrada em setembro, depois de dois anos. Até lá, Mendes espera concluir o pagamento das dívidas com fornecedores, que foram repactuadas no processo, iniciado em 2015, quando ele estava no terceiro ano do mandato como prefeito de Cuiabá.

A situação financeira das empresas de Mendes tem sido usada pelo governador Pedro Taques (PSDB) em sua pré-campanha. Ele acusa o provável adversário de não ser bom gestor. Mendes rebateu as críticas. “Ele já mostrou que não entende nada de administração privada e, lamentavelmente, também mostrou que não entende nada de administração pública”, afirmou o pré-candidato, em entrevista ao LIVRE, nesta sexta-feira (27).

O ex-prefeito disse que suas empresas entraram em crise justamente devido ao seu afastamento, pois estava dedicado à gestão da capital. “O governador comete um equívoco muito grande ou uma maldade maior ainda. Quando nossas empresas entraram em recuperação judicial, eu era prefeito de Cuiabá e estava 100% afastado das empresas. Elas entraram sim, em dificuldade em 2014”, disse.

Ele citou, ainda, as dificuldades enfrentadas por empresários brasileiros de modo geral. “Qual empreendedor já não enfrentou dificuldades neste país? Com a alta carga tributária, a complexidade do mercado. Centenas, milhares. E não foi a primeira dificuldade que enfrentamos ao longo de 30 anos. Superei todas. Talvez ele não entenda isso”, ironizou.

Em entrevista ao programa Estúdio Band, da rádio Band FM, na noite de quinta-feira (26), o governador voltou a alfinetar a crise nas empresas de Mendes. “As empresas dele estão quebradas por falta de gestão. Proporcionalmente ele deve mais que Mato Grosso”, declarou Taques.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuer ser deputado em Mato Grosso? Veja de quantos votos você precisa
Próximo artigoMúsicos apostam no poder transformador da arte, levando oficina para centros socioeducativos