Conseguimos barrar as pautas do aborto e ideologia de gênero, diz Bolsonaro em Cuiabá

Bolsonaro discursou para cerca de 14 mil evangélicos e apoiadores católicos na noite desta terça-feira

(FOTO: CHRISTIANO ANTONUCCI/SECOM-MT)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que o Brasil atravessa “uma guerra entre bem e mal”, com a perda de valores positivos na sociedade.

“Nós estamos atravessando um momento de guerra entre o bem e o mal, e lá na frente quero entregar o país para alguém que continue, consolide esses valores”, disse.

Bolsonaro discursou para cerca de 14 mil evangélicos e apoiadores católicos na noite desta terça-feira (19), na Assembleia Geral Ordinária no Grande Templo da Assembleia de Deus, em Cuiabá.

A fala sobre a guerra entre valores foi acompanhada pela afirmação de indicação de um “irmão na fé” ao Supremo Tribunal Federal (STF) – referência ao ministro André Mendonça, uma promessa de campanha –  e pela menção à atuação de apoiadores nas redes sociais.

Bolsonaro ainda relembrou a participação de evangélicos na campanha presidencial de 2018, após o presidente nacional das Assembleias de Deus, José Wellington da Costa, convocar os evangélicos para a eleição em primeiro turno em outubro.

Durante o evento, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, que é do partido União Brasil, declarou seu apoio à reeleição de Bolsonaro.

Conforme a direção da Assembleia de Deus, o evento realizado esta semana estava programado para 2020 e foi cancelado, assim como em 2021, pelas medidas de biossegurança da pandemia do coronavírus.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO Dia do Diplomata e os Desafios do Comércio Exterior Brasileiro
Próximo artigoDe empresários a vendedor de produtos do presidente. Quem eram os apoiadores que receberam Bolsonaro?