Deputado pede ao STF aumento na aposentadoria de ex-governador

Carlos Bezerra ainda quer receber a diferença pelo período em que ganhou menos que os demais

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O deputado federal Carlos Bezerra (MDB) ingressou com uma reclamação junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) na qual requer o aumento de sua aposentadoria de ex-governador de Mato Grosso. Hoje, o valor mensal pago é de R$ 11,5 mil. O emedebista quer R$ 30,6 mil.

O pedido protocolado no dia 11 de março está no gabinete do ministro Gilmar Mendes.

Bezerra, que foi governador de 1987 a 1990, ainda solicita que a Suprema Corte determine ao Governo de Mato Grosso o pagamento das diferenças referentes aos meses em que houve pagamento a menor. Também o valor retroativo ao período em que a aposentadoria ficou suspensa por ordem judicial.

LEIA TAMBÉM

Para justificar o aumento da aposentadoria, Bezerra diz que o valor de R$ 11,5 mil está defasado e muito abaixo do que deve ser pago a título de pensão.

“[…] Em comparação ao valor recebido por outro ex-governador do Estado, se mostram três vezes menor. Dessa feita, clara a afronta ao princípio da isonomia que preza pela aplicação igualitária das normas”, diz um dos trechos da reclamação.

O ex-governador citado é Frederico Campos (já falecido), recebia R$ 35 mil mensais a título de pensão de ex-governador.

16 beneficiados

No total, são 16 favorecidos com pensão vitalícia de ex-governador de Mato Grosso. Os vencimentos pagos variam de R$ 9.224,85 a R$ 24.117,64.

Na lista dos benefícios estão, por exemplo, a ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), viúva do ex-governador Dante de Oliveira, e os irmãos Jayme (senador) e Júlio Campos.

O ex-governador Rogério Salles (PSDB), que administrou o Estado somente por 8 meses, também recebe, mensalmente, R$ 15.083,79 a título de aposentadoria vitalícia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAgilidade no Fisco
Próximo artigoMato Grosso deixou de abater quase 600 mil cabeças de gado em 2020