Deputado pede afastamento da reitora da UFMT por má-gestão

Ofício foi encaminhado ao ministro da Educação, Abraham Weintraub

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O deputado federal José Medeiros (PODE-MT) encaminhou nesta quinta-feira (17) um ofício ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, pedindo o afastamento da reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Myrian Serra.

O pedido do parlamentar se baseia no corte no fornecimento de energia elétrica sofrido pela universidade na terça-feira (16).

No documento, o deputado pontua o argumento da direção da UFMT: que o atraso das contas teria como motivo o contingenciamento de recursos promovido pelo governo federal.

Medeiros rebate, entretanto, afirmando que, em conversa com o ministro, soube da liberação de R$ 4,5 milhões para a UFMT na última sexta-feira (12).

Para o deputado, “a gestão da atual reitora apresenta problemas, pois não se pode admitir que uma universidade fique sem luz por culpa da reitoria”.

No documento, o parlamentar também pede uma auditoria na UFMT e argumenta que o afastamento da reitora seria necessário para que o trabalho seja realizado sem eventuais interferências que possam prejudicar as investigações.

A UFMT foi procurada pelo LIVRE para comentar os pedidos de afastamento e auditoria, mas ainda não encaminhou uma resposta. O espaço continua aberto para manifestação.

LEIA TAMBÉM

UFMT ainda deve R$ 5 milhões à Energisa
Burocracia impediu o pagamento de conta de luz a tempo, diz reitora da UFMT
Energia na UFMT é restabelecida; repasse do Mec foi liberado nesta tarde
Ministro diz que vai responsabilizar UFMT por corte de energia
Sem energia, hospital veterinário da UFMT é desocupado

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

4 COMENTÁRIOS

  1. A UFMT tem se tornando um universidade de inutilidade, falo isso como contribuinte, pois não produz resultados a altura dos gastos para o estado, muito menos para Cuiaba/mt; não traz beneficios cientificos nem conhecimentos que somem ao desenvolvimento, e seus trabalhos que deveriam ser sociais, através de atendimento gratuito à população é pifio.
    Veio tarde essa auditoria.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLealdade levou a crimes
Próximo artigoEpisódio de Halloween do Simpsons homenageia Stranger Things