União Brasil oficializa candidatura de Mauro Mendes a novo mandato

Governador vai concorrer à reeleição novamente junto com o empresário Otaviano Pivetta (Republicanos) em aliança com mais de seis partidos

(Foto: Ednilson Aguiar /O Livre)

O União Brasil homologou nessa sexta-feira (5) a candidatura pela reeleição do governador Mauro Mendes e chapa de candidatos a deputados estadual e federal. Mauro concorrerá a um novo mandato, novamente com Otaviano Pivetta (Republicanos) como vice-governador. 

No discurso de lançamento de candidaturas, Mauro Mendes falou sobre a família, o superávit financeiro do Estado e o projeto para mais quatro anos de governo. Ele disse que sua família foi sua força para concorrer ao primeiro mandato ao governo e continua sendo a sustentação na campanha de reeleição. 

LEIA TAMBÉM

O governador também citou as obras em infraestrutura nos três anos e meio deste mandato, anos em que conseguiu criar caixa de acima de R$ 3 bilhões, e emendou “o equilíbrio” financeiro à possibilidade de construção de 40 mil casas populares, a partir de 2023.  

“Vamos em busca da reeleição para que Mato Grosso continue na direção correta, aplicando corretamente o dinheiro público e fazendo a vida do mato-grossense continuar melhorando, com cada vez mais oportunidades e desenvolvimento”, afirmou. 

O evento foi acompanhado pelo senador Wellington Fagundes (PL), que faz parte da campanha majoritária via aliança, e também pela deputada estadual Janaína Riva (MDB), vice-presidente do MDB, outro partido que da base de apoio. 

Candidatos a deputado

Os candidatos nas chapas proporcionais têm nomes conhecidos. O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, e o líder do governo no parlamento, Dilmar Dal Bosco, vão concorrer a novo mandato. Júlio Campos também tentará voltar à política, 10 anos após sua última disputa. 

À Câmara Federal, vão representar o União Brasil, o presidente do diretório estadual, senador suplente Fábio Garcia e a ex-funcionária pública Gisela Simona, por exemplo.

A aliança em torno do governo tem até o momento seis partidos: União Brasil, Republicanos, PL, Podemos, Pros, PSDB e Cidadania, os dois últimos membros de uma mesma federação.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNeri e Márcia concluem convenções sem nomes à suplência e vice
Próximo artigoNatasha Slhessarenko desiste da candidatura ao Senado