Taques apoia Bolsonaro, mas diz que ele tem que se contentar com resultado da eleição

Governador evitou polemizar com Selma Arruda, que tachou novos apoiadores de oportunistas

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Depois de declarar apoio a Jair Bolsonaro (PSL) num possível segundo turno na disputa pela Presidência da República, o governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que o presidenciável precisa respeitar o resultado do pleito. Na sexta-feira passada (28), Bolsonaro disse que não aceitaria um resultado diferente da sua vitória nas eleições deste ano.

“A eleição, na democracia, quem ganha, leva. Quem perde a eleição tem que se contentar com o resultado da eleição. A Constituição diz isso”, declarou Taques à imprensa, antes do debate da TV Centro América, na noite de terça-feira (2).

Na corrida pela reeleição, o governador evitou polemizar as declarações da candidata a senadora e ex-aliada Selma Arruda (PSL), que tachou de oportunistas os candidatos de outros partidos que declararam apoio a Bolsonaro nos últimos dias. “Não respondo nada. O PSL está na nossa coligação”, disse apenas.

O PSL de Selma se coligou com o grupo de Taques, porém, depois de entrar em rota de colisão com o candidato tucano ao Senado, Nilson Leitão, e das notícias de delações envolvendo o governador e outras pessoas do grupo político, Selma anunciou o rompimento e seu distanciamento da aliança.

Além de Taques e Leitão, líderes do PDT (que tem Ciro Gomes como candidato) também anunciaram apoio no segundo turno a Bolsonaro, entre eles, Zeca Viana e Otaviano Pivetta, candidato a vice-governador na chapa de Mauro Mendes (DEM).

Taques reafirmou, ainda, que continua apoiando o candidato do seu partido, Geraldo Alckmin, e que apenas migrará para Bolsonaro se o tucano não chegar ao segundo turno das eleições.

“Eu sou Geraldo Alckmin. Ele estando no segundo turno, apoio Geraldo Alckmin. Se ele não estiver, apoio outro candidato que está na nossa coligação. E é o PSL”, concluiu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom candidatura negada, deputado Gilmar Fabris recorre ao TSE
Próximo artigoTemer entrega comenda a jurista que inspirou a Constituição brasileira

O LIVRE ADS