Seis ministros decidem hoje se mandato de Selma Arruda será ou não cassado

Senadora foi cassada em Mato Grosso e voto do relator em Brasília é por sua saída do cargo

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) darão continuidade, na noite desta terça-feira (10), ao julgamento do recurso contra a cassação do mandato de Selma Arruda como senadora.

O caso entrou em pauta na sessão do dia 3 deste mês, quando o relator, ministro Og Fernandes, votou por tirar a juíza aposentada do cargo.

Agora faltam os votos de outros seis ministros.

Em Brasília (DF), Selma recorre de uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) que cassou seu mandato em abril. Ela foi condenada por caixa dois e abuso de poder econômico. É que, segundo o TRE-MT, ela omitiu um gasto de pouco mais de R$ 1,2 milhão na declaração enviada à Justiça Eleitoral.

Seus advogados tentaram alegar que a cassação da senadora seria perseguição política. “O sistema, uma hora tenta cobrar o preço, e é isso que a gente tenta evitar aqui nesta noite”, disse Gustavo Bonini Guedes.

Mas o ministro Og Fernandes votou pela cassação. O relator afirmou que fatos incontroversos foram apresentados pelo Ministério Público Eleitoral. Ainda, que, para o TRE, “os fatos possuíram gravidade suficiente para cassar a chapa ao Senado mais votada no Estado”.

Ele pediu que, se a maioria dos ministros concordarem com seu voto, uma nova eleição seja feita em 90 dias.

O TRE-MT informou que já se prepara para uma nova eleição, caso a decisão seja por cassação.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAvião militar desaparece no Chile com 38 pessoas a bordo
Próximo artigoMais 2 milhões de pessoas passam a ter esgoto e água potável em casa

O LIVRE ADS