Quatro deputados de MT já manifestaram voto a favor de Daniel Silveira

Rosa Neide, até o momento, foi a única a se posicionar a favor do STF e até por uma cassação de mandato

Quatro deputados federais de Mato Grosso vão votar pela soltura do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ). Os parlamentares usam argumentos políticos e técnicos para defender suas posições.  

A Câmara Federal reativou nesta quinta-feira (18) a Comissão de Ética para analisar o caso e encaminhar o parecer para votação em plenário. 

Coordenador da bancada de Mato Grosso, o deputado federal Dr. Leonardo (SD) diz que, apesar da “manifestação destemperada” do colega, a expressão de opinião e voto de cada congressista é amparada pela Constituição Federal, nos artigos 5º e 53. 

“Se for pela manutenção da prisão, teríamos que reescrever a Constituição, especificando que manifestações contrárias ao STF (Supremo Tribunal Federal) não fazem parte. Isso cria precedentes tanto negativo quanto positivo”, ele avalia. 

Já o vice-líder do governo na Câmara, deputado José Medeiros (Podemos), se manifestou ontem sobre o assunto, também apelando para prerrogativas constitucionais. Mais tarde, ele buscou eco em habilidade do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). 

“É o batismo de fogo do presidente Arthur Lira. Ele precisa lidar com essa granada que o ministro Alexandre [de Moraes] jogou no seu colo”, afirmou.

LEIA TAMBÉM

 Nelson Barbudo (PSL) ressaltou em post em redes sociais a interpretação de censura à manifestação da opinião livre, que teria sido praticada pelo Supremo. 

“Ao colega Daniel Silveira concedo meu apoio e meu voto para a revogação de sua sentença. Um homem podado de fala é um ser sem alma, sem norte e ausente do seu sentido público”, disse. 

O deputado Emanuel Pinheiro Neto (PTB) também já se manifestou pela soltura de Daniel Silveira. Ele classificou como extrema a decisão do plenário do Supremo em prender o colega por causa da manifestação, apesar de considerar o conteúdo exposto à rejeição. 

No outro lado, somente a deputada Rosa Neide (PT) se manifestou com a intenção de votar pela manutenção da prisão do deputado. Ela acrescentou que também dará apoio a um eventual pedido de cassação de mandato. 

Neri Geller (PP) e Carlos Bezerra (MDB) ainda não se posicionaram sobre a polêmica. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCâmara deve confirmar prisão de Daniel Silveira, diz Lira a Bolsonaro
Próximo artigoMato Grosso pode imunizar 65% da população até julho