Justiça manda prender jovem que torturou a ex por 4 horas com barra de ferro

Em crise de ciúme, jovem vasculhou celular da ex e a obrigava a fornecer a senha do aparelho

Foto por: Christiano Antonucci / Secom-MT

A Justiça Federal determinou a prisão preventiva de um jovem morador de Primavera do Leste, que teria torturado a ex-namorada por cerca de quatro horas. As agressões teriam ocorrido no dia 19 de maio com o auxílio de uma barra de ferro.

O mandado de prisão foi expedido nesta terça-feira (25). A decisão é do juiz Roger Augusto Bim Donega.

De acordo com o processo, o casal se reencontrou depois de terminar o relacionamento. Na ocasião, a vítima foi até a casa do ex-namorado para um jantar.  Durante o encontro, os dois beberam vinho e, em certo momento, o jovem pediu o celular da vítima, forçando-a a fornecer a senha.

LEIA TAMBÉM

Com o aparelho na mão, ele vasculhou as redes sociais da jovem, “tendo crise de ciúmes”.

Em depoimento, a vítima contou que todas as vezes que a tela do celular bloqueava era agredida com tapas para desbloquear.

“Quando ele viu as mensagens, começou a agredi-la brutalmente, inclusive utilizando
uma barra de ferro”, diz trecho do processo. A sessão de tortura teria começado às 2h e seguido até às 6h do dia 20 de maio.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNovo PT?
Próximo artigoPoliciais civis resgatam cachorro que estava sofrendo maus-tratos