Novo PT?

Com briga de sindicalistas pelo poder, Pros vive crise em MT

Ex-vice-presidente do Pros, o advogado Carlos Frederick encaminhou nota à imprensa para informar que vai recorrer à Justiça contra a decisão do diretório nacional, que dissolveu a direção do partido em Mato Grosso.

No centro da briga pelo domínio do partido em Mato Grosso está a servidora pública e candidata derrotada à prefeitura de Cuiabá, Gisela Simona. Do outro, o grupo capitaneado pelo deputado estadual João Batista e pelo atual secretário de Turismo de Cuiabá, Oscarlino Alves, servidor público de carreira do Estado.

Com base sindical e briga eterna pela chefia do partido, o Pros lembra e muito o PT de outrora, que se digladiava internamente pelo poder com a manifestação de diversas correntes.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTrês cidades terão eleição em agosto
Próximo artigoJustiça manda prender jovem que torturou a ex por 4 horas com barra de ferro