Governo de MT: quase 80% dos servidores se aposentaram antes dos 60 anos

Em média, governo continua pagando salários por 28 anos depois que cada servidor para de trabalhar

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)
Dos 26,5 mil servidores aposentados pelo governo de Mato Grosso, 20,7 mil receberam o benefício antes de completar os 60 anos de idade. A quantia equivale a 77% do total.
A informação consta em um levantamento feito pelo Mato Grosso Previdência (MT Prev), que apontou também que, em média, o tempo de aposentadoria de um servidor público no Estado é de 28 anos.
De acordo com o relatório, a maior incidência de aposentadorias ocorre na faixa etária dos 50 aos 55 anos. Elas somam 33% do total de benefícios concedidos atualmente.
Em seguida aparecem os servidores com a idade mais aproximada à que seria considerada correta: dos 55 aos 60. Eles somam 22% dos aposentados.
Os servidores públicos que esperam os 60 anos de idade chegam a 15% do total. Já os que ultrapassam os 65 anos ainda trabalhando representam somente 6%.

A Reforma

De acordo com o governo, a expectativa é que a reforma da previdência, em trâmite na Assembleia Legislativa iguale as regras para os servidores em Mato Grosso.
O Estado sustenta que a proposta traz as regras aprovadas pelo Congresso Nacional, que estabelece idade mínima para aposentadoria: no caso das mulheres 62 e dos homens 65, e de tempo de contribuição.
Defende ainda que a urgência de aprovação ocorre porque é crescente o “rombo” na previdência. A estimativa é que ele chegue a R$ 13,2 bilhões em 10 anos, se o projeto não for acatado.
A previsão é que até 2023 o número de servidores aposentados supere o de servidores ativos no Estado. 

LEIA TAMBÉM

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Faltou o Governo informar que os servidores públicos continuam a recolher a contribuição previdenciária após se aposentarem, desde o Governo FHC. Isso corresponde a 11% sobre os valores que excedem o teto do INSS, descontados mensalmente de cada servidor. Outro ponto é que os servidores não recebem nenhum outro benefício aos subsídios. Não recebemos Ticket Alimentação, Vale Transporte, FGTS, etc. Os penduricalhos são válidos apenas para os mais abastados e os demais poderes. A grande maioria dos servidores recebem abaixo do Teto do INSS.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorUS$ 150 mil: alunos da UFMT concorrem a prêmio internacional
Próximo artigoGovernador Mauro Mendes se curou da covid-19 usando ivermectina e azitromicina