Fora da disputa eleitoral, Blairo Maggi está mais dentro do que nunca

Independente de chapas ou da vitória, parece que o ministro Blairo Maggi já está contemplado

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Afastado da disputa eleitoral deste ano, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi (PP), prometeu não se envolver nas articulações para composição de chapas e formação de alianças rumo às urnas em outubro. Fora do pleito, no entanto, Maggi parece estar mais dentro do que nunca.

A disputa pelo Governo do Estado tem três possibilidades de chapa, sendo uma da situação e duas da oposição. O PP, partido de Maggi, está no arco de alianças do senador Wellington Fagundes, pré-candidato pelo PR. O outro grupo da oposição trabalha o nome de Mauro Mendes (DEM), aliado de longa data e amigo do ministro.

[featured_paragraph]Pela situação vem o governador Pedro Taques (PSDB). Até então sem ligação aparente com Maggi, agora ventila-se nos bastidores que o coordenador de sua campanha à reeleição deve ser Luiz Antônio Pagot (PTB), conhecido como “pupilo” do ministro, que inclusive o indicou para o cargo de diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).[/featured_paragraph]

Além disso, ao declarar seu apoio à pré-cadidatura do deputado federal Adilton Sachetti (PRB) ao Senado, Maggi o transformou em uma espécie de “bola da vez” das eleições deste ano. Até então mais próximo do grupo de Mendes, o parlamentar passou a ser cobiçado por todos os principais pré-candidatos ao Governo.

Hoje, inclusive, informações de bastidores dão conta de que a tendência é de que seja vice na chapa encabeçada por Taques. Ele promete anunciar sua decisão na segunda-feira (23).

Com início na próxima sexta-feira (20), as convenções partidárias – que lançam oficialmente as candidaturas – se estendem até 5 de agosto. Independente das chapas ou da vitória, entretanto, o ministro parece já estar contemplado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSecretário de Saúde compara espera do SUS ao de sua esposa em ginecologista
Próximo artigoCom síndrome do pânico, “Dr. Bumbum” negocia se entregar à polícia