Emanuel promete estações de ônibus com ar-condicionado no CPA e Coxipó

Terminais de ônibus dos Bairros CPA 1 e 3, por exemplo, deverão ser substituídos por estações de ônibus no primeiro semestre de 2020

Estação Alencastro deu início à reformatação no setor do transporte coletivo (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Os terminais de ônibus dos Bairros CPA 1 e 3 deverão ser substituídos por estações de ônibus no primeiro semestre de 2020, segundo o prefeito Emanuel Pinheiro. E, segundo ele, um novo terminal de ônibus também vai ser construído no Coxipó, com objetivo de dar “fluidez” no transporte coletivo.

O anúncio foi feito na segunda-feira (23), quando ele assinou o contrato com as novas empresas de transporte.

Juntos, os dois terminais do CPA recebem mais de 47 mil pessoas diariamente. Com a mudança, Pinheiro promete ar-condicionado, assentos para suprir a demanda dos usuários (mesmo em horário de pico) e acessibilidade.

As estações também vão contar com carregadores de celular, wifi e monitor para acompanhamento do ônibus. Além disso, possuem placas para geração de energia solar.

De acordo com o prefeito, a implantação de novas estações faz parte de uma mudança projetada para o sistema de transporte público da Capital. O objetivo é melhorar a experiência dos passageiros, de forma a fomentar que mais pessoas utilizem o coletivo.

Até o momento, três estações já foram inauguradas, sendo elas a Alencastro, a Ipiranga e a da Praça Bispo Dom José. Juntas, elas absorvem um fluxo diário de 91 mil pessoas.

Estação no Coxipó

A região do Coxipó também vai receber uma estação, segundo o prefeito Emanuel Pinheiro. O gestor lembrou que há muitos anos Cuiabá já teve terminais de ônibus, mas que a integração funcionava de forma errada.

Segundo Emanuel, a diferença entre o terminal e a estação é que todos os ônibus passam pelo primeiro, enquanto no segundo são apenas linhas específicas.

Diretor de transportes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Nicolau Budib defendeu as mudanças, destacando que “qualquer cartilha de cidade inteligente prevê a integração”.

“Os terminais foram desativados ao longo dos anos porque em Cuiabá a integração não é física. O sistema é todo integrado através de cartão eletrônico. Mas com a expansão da cidade há a necessidade de dois terminais estruturantes, justamente porque a cidade cresceu muito e tudo fica muito longe da região central”, explicou.

A previsão é de que a obra na Estação do Coxipó comece no fim de 2020.

Pontos em bairros

O prefeito também anunciou como parte da “transformação” no sistema de transporte a troca de abrigos de ônibus nas avenidas e bairros de Cuiabá.

Segundo Emanuel Pinheiro, a previsão é de que sejam espalhados por Cuiabá 80 abrigos-contêineres, dos quais 40 já teriam sido feitos. Esses novos pontos de ônibus são colocados onde o fluxo de passageiros é médio. São exemplos as avenidas Historiador Rubens de Mendonça e Fernando Corrêa da Costa.

Já para suportar o fluxo dos bairros, 1,2 mil pontos menores deverão ser reestruturados. Sobre eles, porém, o prefeito não anunciou uma data.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorImagem de cachorrinho que encontrou conforto em Presépio de Natal comove a internet
Próximo artigoHomem paga contas atrasadas de 36 famílias pra evitar corte de energia no Natal