Novas empresas de ônibus de Cuiabá têm 180 dias para assumir linhas

Cerca de 50% da frota, ou seja, 180 ônibus, deverão ter ar-condicionado

Imagem Ilustrativa

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) assinou nesta segunda-feira (23) o contrato com as novas empresas de transporte público da Capital. Ao todo, quatro empresas venceram a licitação lançada em agosto e terão direito sobre as linhas de ônibus pelos próximos 20 anos.

Foram vencedoras as empresas Integração Transporte, Caribus Transportes e Serviços, Rápido Cuiabá Transporte Urbano e Viação Paraense. Elas terão 180 dias para fazer a transição e começar a atuar na Capital.

Dessas, duas já atuam em Cuiabá, sendo elas a Integração Transporte e a Caribus Transportes e Serviços (Expresso Norte/Sul).

De acordo com Emanuel Pinheiro, a previsão é de que até junho de 2020 a cidade tenha 50% da frota de ônibus equipada com ar-condicionado. Isso representa 180 veículos. A quantidade é um acordo firmado pelo prefeito com os empresários, uma vez que, pela licitação, a previsão é de apenas 30% da frota.

Ainda no cronograma de implantação, a estimativa é de que, após o primeiro ano de circulação das novas empresas, portanto em junho de 2021, o número de carros com ar-condicionado seja equivalente a 70% da frota.

Já 100% dos ônibus com ar-condicionado é uma previsão para se tornar realidade entre 2023 e 2025, conforme Emanuel Pinheiro.

O prefeito também anunciou que as empresas terão que colocar carros mais novos em circulação, com idade média de 4,5 anos de fabricação. Já os veículos 0 km, ou seja, novos, devem corresponder a 20% dos ônibus de Cuiabá.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJBS anuncia conclusão da compra do frigorífico Marba
Próximo artigoPrefeito Emanuel Pinheiro garante que tarifa de ônibus não sobe em 2020