Confira como será a vacinação em Cuiabá na segunda (11) e no feriado de terça (12)

Campanha de vacinação atuará em sistema de rodízio entre os polos nestes dois dias

(Foto: Luiz Alves / Prefeitura de Cuiabá)

Por ser ponto facultativo, nesta segunda-feira (11) e no feriado desta terça-feira (12), a campanha Vacina Cuiabá – Sua Vida em Primeiro Lugar atuará em sistema de rodízio entre os polos, considerando a redução da adesão da população à vacinação em períodos assim.

Nesta segunda-feira (11) estarão abertos os polos do Sesc Balneário e do Sesi Papa. Na terça-feira (12) estarão abertos os polos do Senai Porto e Sesi Papa. Nestes dias os polos vão funcionar das 8h às 12h. É necessário chegar ao local até às 11h30.

O polo da Assembleia Legislativa estará fechado nos dias 11 e 12 de outubro, a pedido da adminstração da Casa de Leis, que vai realizar manutenção predial e sanitização das instalações. Caso alguém esteja agendado para este polo, ele deve se dirigir a qualquer outro que esteja funcionando na data agendada. A partir da quarta-feira (13), o polo voltará a funcionar normalmente. A UFMT também estará fechada a pedido da direção, para realização dos serviços de calçadas no entorno do Restaurante Universitário.

Público da vacinação

Neste momento a campanha de imunização está vacinando pessoas com a segunda dose, dentro do prazo estipulado no cartão de vacinação. Também estão sendo vacinados com a dose de reforço os idosos a partir de 80 anos e os trabalhadores da saúde e imunossuprimidos. Esses dois grupos precisam ter no mínimo 6 meses que tomaram a segunda dose para tomarem a dose de reforço. A vacinação do grupo de 12 a 17 anos precisou ser suspensa temporariamente, até a chegada de mais doses específicas para esse público.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBope celebra o Dias das Crianças com pacientes e funcionários do Hospital Santa Casa
Próximo artigoEUA vão aceitar Coronavac para entrada de visitantes estrangeiros