“A partir de 2ª volto ao trabalho no MTI”, diz Moisés Franz, prevendo o fracasso nas urnas

"Segunda-feira volto ao trabalho no MIT e continuo a fazer política no Psol", relatou

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O candidato ao Governo do Estado pelo Psol, Moisés Franz, votou no início desta tarde, em Cuiabá. Esteve acompanhado do colega de partido, o candidato ao Senado Procurador Mauro e familiares.

Já considerando a eleição perdida, Moisés reforçou que a falta de recurso foi determinante – e que o lançamento de sua candidatura foi uma estratégia do partido para lançar o Procurador Mauro ao Senado de Mato Grosso.

Ele ainda adiantou que não pretende concorrer a nenhum cargo eletivo e que irá voltar a fazer política como vinha fazendo desde 2009. “A partir de segunda volto para o meu trabalho no MTI”, garantiu.

Com pouca visibilidade durante o período eleitoral, o candidato criticou a lei eleitoral vigente. Ressaltou que a dificuldade financeira também se deve ao fato de o partido trabalhar com recursos do fundo partidário”.

“Existe ainda uma diferença muito grande em questão de tempo na TV. Isso impossibilita o candidato de realmente conversar com o eleitor. É ainda muito desigual nessa questão, e precisamos lutar pra rever essa lei eleitoral, para que haja uma igualdade”, advertiu o candidato.

Impossibilitado de ir às regiões remotas do Estado pela falta de recurso, sempre citada por ele, Franz contou que alcançou o seu público pelas redes sociais, e lamentou que muitos talvez nem saibam de sua candidatura.

Em sua avaliação, a falta de tempo para alcançar mais pessoas dessas localidades o impede de ter mais votos, uma vez que, segundo ele, onde passou teve “uma boa receptividade, que será transformada em votos”.

Sem querer falar em quem vai votar, o candidato informou que, caso haja segundo turno para o Governo do Estado, seu partido não deve apoiar nenhum, já que “nenhum desses partidos tem as mesmas ideias do Psol”. Quanto à eleição nacional, o candidato afirmou que deve seguir a orientação do partido.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRonaldinho Gaúcho e Anderson Silva declaram apoio a Jair Bolsonaro
Próximo artigoTRE registra oferta de cesta básica, dinheiro e outros crimes eleitorais

O LIVRE ADS