Primeira noite com toque de recolher tem bares abertos, aglomeração e ação intensa da polícia

Pontos tradicionais de movimento em Cuiabá tiveram batida policial, comércio funcionou em bairros e operação Lei Seca registrou 38 infrações

Após mandos e desmandos ao longo do dia, a primeira noite de toque de recolher em Cuiabá, nesta quarta-feira (3), teve atuação intensa da fiscalização, enquanto alguns estabelecimentos seguiram com atendimento normal. 

Bares e restaurante receberam cliente normalmente após às 19h, por exemplo, na Orla do Porto. Em um estabelecimento acontecia show de pagode no horário em que deveria estar fechado, por volta das 20h.  

Alguns bares tradicionais no bairro Goiabeiras também abriram as portas e teve ocupação alta em hora aproximada. Clientes foram dispensados somente após a chegada da Polícia Militar.  

Havia movimentação também em lojas de conveniência em postos de combustíveis. No bairro Araes, distribuidoras de bebidas e bares permitiram que clientes consumissem no local.    

LEIA TAMBÉM

A Polícia Militar montou barreiras em algumas regiões para fiscalizar o tráfego. A Operação Lei Seca, com blitz na avenida Miguel Sutil, encerrou as atividades com 38 autos de infração e 58 testes de alcoolemia (bafômetro). 

(Foto: Assessoria/Sesp-MT)

Sete infrações foram registradas por condução alcoolizada, cinco por recusa a realizar o teste e quatro por conduzir veículo sem carteira da habilitação.    

O toque de recolher em vigor impõe limitação a circulação de pessoas pelas ruas a partir das 21h. O comércio em geral está autorizado a ficar aberto somente até às 19h. Após essas horas, tanto a circulação de pessoas quanto o funcionamento de estabelecimentos estão permitidos somente para setores considerados essenciais. 

A definição do toque de recolher veio da Justiça, que mandou a Prefeitura de Cuiabá suspender itens de decreto que estabeleceu medidas mais brandas, como a circulação de pessoas até às 23h. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno petista libera hidroxicloroquina para pacientes com covid: “Notícia boa”
Próximo artigoTJMT cassa indenização de R$ 100 mil por morte de criança no PS de Cuiabá