Polícia já investiga depósito de medicamentos vencidos em Cuiabá

Caixas com remédios vencidos, incluindo de alto custo, foram encontrados em depósito; secretária de Saúde prestará explicações aos vereadores

A Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) abriu nesta segunda-feira (26) um inquérito para investigar a existência de medicamentos vencidos armazenados no Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá (Cdmci) da Prefeitura de Cuiabá.

A informação foi confirmada à reportagem do LIVRE pelo delegado Eduardo Botelho. “Foi aberta a investigação e agora começarão as diligências. Tudo será feito em sigilo”, disse.

Na sexta-feira (23), os vereadores Diego Guimarães, Maysa Leão, Marcos Paccola e Dilemário Alencar exibiram nas redes sociais um vídeo de cenas com lotes de medicamentos vencidos que não foram entregues às unidades de saúde para distribuição à população dependente do sistema de saúde pública.

Remédios caros

No rol de medicamentos vencidos estão Amoxilina (antibiótico), Atenolol (usado para doenças cardiovasculares), Nistatina (antifúngico), além de outros itens mais conhecidos, como água oxigenada, paracetamol e até mesmo latas de leite em pó.

Também foram encontrados no estoque agulha e algodão. Um dos medicamentos encontrados no depósito é o AmBisome. Trata-se de um antifúngico cuja caixa com 10 ampolas tem preço superior a R$ 22 mil.

O Ministério Público Estadual (MPE) também abriu investigação para apurar o estoque de medicamentos vencidos. Um inquérito civil será conduzido pelo promotor de Justiça Alexandre Guedes.

Explicações aos vereadores

A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, deve comparecer à Câmara de Cuiabá nesta terça-feira (27) e participará da sessão ordinária para esclarecer aos vereadores sobre os medicamentos vencidos encontrados no Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos (CDMIC).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBrasil 35: Bolsonaro já tem partido para disputar a reeleição
Próximo artigoHospital São Benedito registra queda na taxa de ocupação de UTI