Niuan é apresentado como o “próximo prefeito de Cuiabá” na filiação de Selma Arruda

Vice-prefeito da Capital, Niuan Ribeiro migrou para o Podemos já na condição de pré-candidato

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O ato de filiação da senadora por Mato Grosso Selma Arruda ao Podemos, nesta quarta-feira (18), serviu também para o “lançamento” da candidatura de seu agora correligionário Niuan Ribeiro à Prefeitura de Cuiabá.

Presente no evento, que ocorreu no próprio Senado, em Brasília, o hoje vice-prefeito foi apresentado como o “próximo prefeito de Cuiabá”, tanto por Selma quanto pelo presidente do partido no Estado, o deputado federal José Medeiros.

Niuan foi eleito na chapa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) quando ainda era filiado ao PTB. Durante o mandato, chegou a migrar para o PSD e, mais recentemente, ingressou no Podemos.

Ao falar da pré-candidatura dele à Prefeitura de Cuiabá, Selma destacou o fato de se tratar de um político jovem, mas experiente, dado o fato de vir de uma família tradicional na política mato-grossense.

LEIA TAMBÉM

Processo de cassação

Durante o ato de filiação de Selma Arruda também não passou em branco o fato de a senadora estar com o mandato cassado – embora ainda no direito de recorrer exercendo o cargo.

A lembrança foi do deputado José Medeiros, que classificou o processo enfrentado por Selma como uma “injustiça”.

“Selma não cometeu crime algum. O único crime que ela cometeu foi ter sido a primeira [colocada nas urnas] e a segunda mulher de Mato Grosso a chegar ao Senado”, ele disse.

A senadora mato-grossense foi condenada por abuso de poder econômico e prática de caixa 2 durante a campanha. Ela ainda recorre da sentença unânime do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) na Corte superior.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.