Movimento Energia do Bem, criado pela Energisa, ajuda Mato Grosso a enfrentar a pandemia

Rede de solidariedade é liderada pelo Grupo Energisa em parceria com várias entidades para ajudar na prevenção, combate e tratamento da covid-19

Riberto e Gilberto Figueiredo na entrega dos ventiladores

Sensível ao momento pelo que passa o estado de Mato Grosso diante do aumento de casos de Covid-19, a Energisa doou esta semana 100 cilindros de oxigênio para o governo do estado. Os equipamentos, essenciais para o tratamento dos doentes graves, serão destinados a hospitais de referência nos cuidados da doença em diferentes municípios. Mais do que fornecer energia de qualidade, a Energisa reafirma o seu compromisso em benefício da proteção à vida da população mato-grossense. A Energisa também fez o transporte de cilindros até a cidade de Sinop, a cerca de 500 km de Cuiabá, já definidos pela Secretaria Estadual de Saúde.

A doação faz parte do Movimento Energia do Bem, rede de solidariedade liderada pelo Grupo Energisa em parceria com várias entidades e que está presente nos 11 estados onde a empresa atua no segmento de distribuição de energia elétrica. Desde o início da pandemia, a companhia já contribuiu com mais de R$ 8 milhões em medidas para prevenção, combate e tratamento da covid-19 em todo o país. As ações destinadas ao Mato Grosso continuam sendo fundamentais no enfrentamento da doença no estado.

Riberto e Gilberto Figueiredo na entrega dos ventiladores

“Não podemos ficar inertes a situação. Nosso papel social vai além de distribuir energia, e por isso atendemos prontamente à demanda do governo do Estado e da Assembleia Legislativa. O momento pede colaboração, e rapidamente nos movimentamos para concretizar essa doação, destaca o diretor-presidente da Energisa, Riberto José Barbanera.

Atenta às demandas da sociedade, a empresa também dedica atenção maior ao fornecimento de energia aos locais onde estão sendo armazenadas e aplicadas a vacina contra a Covid-19. Existe um plano de ação especial para garantir o abastecimento elétrico nesses locais e caso haja alguma eventualidade, as equipes estão preparadas para atender o mais rápido possível.

Sobre a doação dos cilindros de oxigênio, o governador Mauro Mendes afirmou que a iniciativa da Energisa nesse momento mais crítico reafirma o compromisso da empresa no estado. Para Mendes, trata-se de um ato de solidariedade e, sobretudo, de cidadania. “Vivemos um momento de grande perturbação mundial na saúde pública, que afeta o Brasil e Mato Grosso e o mínimo que esperamos é a cooperação de todos e das empresas cidadãs. Ficamos muito agradecidos com este ato”, disse o governador.

Energisa e Unesco – Doação de cestas básicas

Ações do Energia do Bem deixam legado para população mato-grossense

O Movimento Energia do Bem foi criado para implementar iniciativas em cinco frentes humanitárias: cuidado com a saúde, assistência social, capacitação profissional, apoio à cultura local e incentivo a micro e pequenos empreendedores. Desde o início, em março do ano passado, o Movimento promoveu mais de 40 ações no país para o enfrentamento dos impactos provocados pela Covid-19. Só em Mato Grosso, o Movimento realizou melhorias na rede elétrica no Hospital Metropolitano de Várzea Grande, e a orientação à população de 30 municípios sobre a doença, por meio de carros de som, com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Em Cuiabá, a Energisa doou ao Hospital Estadual Santa Casa quatro ventiladores pulmonares, equipamento essencial para aqueles que não conseguem respirar sozinhos por causa da gravidade da doença. Além disso, foram entregues 300 máscaras N95, destinadas a profissionais que atuam na linha de frente como médicos, fisioterapeutas e enfermeiros. Outras 30 mil máscaras de TNT foram compradas do Senai Mato Grosso e distribuídas aos colaboradores e equipes de campo que têm contato direto com o cliente.

Também em parceria com o Senai Mato Grosso, a companhia fez transporte e a calibração de respiradores pulmonares que estavam em manutenção. Contabiliza ainda a doação de mais de 300 doses de vacina H1N1 (Influenza) ao  Serviço de Atendimento Especializado (SAE), administrado pela prefeitura de Cuiabá.

“Criamos uma ampla corrente do bem. Depois de um ano como 2020, não há mais dúvidas de que não é possível avançar sem olhar para o próximo. Estamos cientes do nosso papel nas regiões em que atuamos. Nossa intenção é ir além de doações pontuais, queremos deixar um legado”, comenta Ana Carolina Ribas, gerente de Gestão e Projetos da Energisa.

Entrega de Máscaras N95 ao Hospital Santa Casa

O comprometimento da empresa é igualmente traduzido nas atitudes de seus funcionários. Em uma campanha de financiamento coletivo realizada internamente, foram arrecadados no total R$ 113.375,00 com o objetivo de apoiar asilos com a doação de alimentos e kits de higiene. Para cada real doado por um colaborador, a Energisa acrescentou mais R$ 1. Com esse valor foi possível ajudar 31 instituições em 27 cidades. Em Mato Grosso, foram beneficiadas seis instituições, cada uma delas em uma cidade do estado.

Ainda no ano passado, o Movimento Energia do Bem se uniu com a Unesco em um projeto de doação de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade. A ação foi realizada com apoio de organizações da sociedade civil e lideranças comunitárias selecionadas pelo órgão internacional. Em Cuiabá, a Associação Shotokan foi a parceira responsável pela entrega das cestas de alimentos na ação humanitária de combate à fome, com atendimento a mais de 500 famílias.

Em um ano, mais de mil cestas básicas foram doadas pela empresa em Mato Grosso. Uma das entregas mais recentes ocorreu em fevereiro desse ano, quando instituições de acolhimento em Cuiabá e Várzea Grande receberam mais de 120 cestas de alimentos. No mesmo mês, famílias de Rondonópolis também receberam cestas de alimentos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCuiabá estreia no Brasileirão 2021 em casa e contra o Juventude
Próximo artigoJustiça mantém prisão de acusado de matar empresária em VG