Mãe diz que namorada enterrou bebê encontrado sem pernas e braços

Suspeita pelo crime, ela fez a afirmação em seu primeiro depoimento à polícia, mas será ouvida novamente

Imagem ilustrativa (Reprodução Internet)

A mãe do bebê de cinco meses que foi encontrado enterrado e com os braços e as pernas amputados nessa segunda-feira (17), em Sorriso (400 km de Cuiabá), alegou que quem enterrou o corpo do menino foi sua namorada.

Segundo o delegado José Getúlio Daniel, responsável pela investigação do caso, a afirmação foi dada por R.G.S., mãe do garotinho, em depoimento em Porto Velho (RO), onde ela foi encontrada e presa.

“Mas a gente vai ter que ouvir ela aqui de novo, porque ficaram muitos fatos que não estão batendo”, disse o delegado ao LIVRE.

José Getúlio afirmou que a suspeita deverá ser recambiada de Rondônia para Sorriso nesta quinta-feira (20).

O delegado disse, ainda, que a suspeita afirmou ter fugido sabendo do crime.

Os braços e pernas do bebê ainda não foram localizados. Agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) chegaram a utilizar luminol por todo o imóvel em que o bebê foi encontrado em busca do restante do corpo, mas, segundo o delegado, a busca continua.

O delegado José Getúlio é o responsável pela investigação do caso (Foto: Polícia Civil)

O caso

Um bebê de cerca de cinco meses foi encontrado morto nessa segunda-feira (17) em uma casa no bairro Beijamim Raiser, em Sorriso. A criança estava enterrada e havia tido seus braços e pernas amputados. O corpo já estava em avançado estado de decomposição.

Local onde o corpo da criança foi encontrado (Foto: JK Notícias)

Uma mulher de 28 anos foi quem acionou a Polícia Militar. Seu cachorro foi quem localizou o corpo e desenterrou parte dele. O bebê estava embaixo de um tanque, no quintal da casa.

A mãe do bebê foi localizada e presa pela Polícia Civil um dia depois, em Porto Velho (RO), quando tentava embarcar para o Amazonas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.