Justiça de MT acata denúncia contra policiais investigados por crimes

Juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá também manteve presos 21 policiais por supostas ameaças a colaboradores em investigação

A Justiça de Mato Grosso acatou a denúncia contra 25 investigados por crimes praticados dentro da força policial. A denúncia foi aceita pela juíza da Vara Especializada Contra o Crime Organizado, Ana Cristina Silva Mendes. 

A maioria das pessoas apontadas pelo Ministério Público do Estado (MPE), na Operação Renegados, é de policiais na ativa e aposentados, que participariam de um esquema de corrupção. 

O MP apresentou o pedido de denúncia no dia 20 de maio e a decisão da Justiça foi publicada na segunda-feira (31). A juíza Ana Cristina Silva Mendes também acatou, na mesma decisão, a manutenção da prisão preventiva de 21 investigados. 

Segundo ela, a renovação das prisões se deve a “elementos dando conta de que os acusados estariam aliciando testemunhas e proferindo ameaças de morte veladas aos colaboradores”.  

“O modus operandi da organização criminosa utiliza meios violentos, com arma de fogo e há indícios do uso do aparato estatal da Polícia Judiciária Civil (PJC), demonstrando a força dos acusados de subjugar eventual testemunha, colaborador ou informantes”, disse. 

A Operação Renegados foi deflagrada no dia 4 de maio. A lista de investigados contém 22 policiais e ex-policiais militar e civil, sendo que 11 estão na ativa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCPI da Covid no Senado vai avaliar contratos de R$ 7 milhões da SES-MT
Próximo artigoEstamos saindo da crise? PIB no Brasil cresceu 1,2% no 1º trimestre