Futebol entre índios e brancos termina em pancadaria e até policiais são afrontados

Mais de 80 índios que assistiam à partida tentaram agredir os policiais, que ficaram encurralados

Um jogo de futebol entre uma equipe de índios e um time da cidade de São José do Xingu (949 km de Cuiabá) no último domingo (22) acabou em pancadaria. Tentando acalmar os ânimos, policiais usaram spray de pimenta, porém, indígenas que estava assistindo o partida foram para cima dos militares.

O caso foi registrado no núcleo da Polícia Militar de São José do Xingu. Conforme o boletim de ocorrência, o evento contava com várias equipes – e nove policiais, sendo quatro da Força Tática, faziam a segurança.

No jogo das 19 horas, disputado por uma equipe de indígenas e um time de São José do Xingu, teve início uma briga generalizada entre os jogadores. Os policiais utilizaram gás de pimenta para cessar a briga, o que a princípio deu certo.

Porém, pouco depois, a equipe dos índios, junto a outros que estavam na beira do campo e mais dezenas que pularam de fora do estádio, partiram para cima dos policiais.

“Aproximadamente uns 80 índios partiram para cima das guarnições, nos ameaçando de maneira incisiva e agressiva, com bordunas [arma indígena de ataque] e pedaços de madeira, que os índios mesmos arrancaram das barracas que estavam montadas em vota do campo, chegando a tocar com os dedos agressivamente no rosto desta GUPM, dizendo que iriam matar todos os policiais militares, ao mesmo tempo em que encurralaram esta GUPM contra a cerca do estádio”, consta do boletim de ocorrência.

Os policiais afirmam que tentaram acalmar os índios conversando, porém nada surtia efeito. A população vendo a cena começou a ameaçar entrar no campo para agir contra os indígenas.

Segundo o boletim de ocorrência, ao mesmo tempo que os policiais ficavam encurralados, outros índios tentaram furar os pneus da viatura da Força Tática e ameaçaram ir na aldeia buscar mais índios.

Depois de 40 minutos tentando acalmar os ânimos, os militares conseguiram sair do campo. Enquanto isso, populares informaram à PM que três caminhonetes com índios estavam a caminho da cidade para confrontar as equipes policiais.

Os militares solicitaram apoio e várias equipes de outras cidades, como Porto Alegre do Norte (1137 km de Cuiabá), foram para São José do Xingu e ficaram por algumas horas para garantir a segurança da cidade.

Apesar de toda confusão, ninguém foi preso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOAB-MT alerta sobre golpe contra idosos e aposentados na Capital
Próximo artigo“Todos contra Taques”: ex-aliados elencam motivos para não apoiar reeleição