Escolaridade dos novos prefeitos de MT é abaixo da média nacional

A maioria declarou ter ensino médio completo ou ter chegado a começar uma faculdade, mas não terminá-la

(Foto: Pixabay)

A escolaridade dos prefeitos eleitos em Mato Grosso está abaixo da média nacional. Levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que de 140 candidatos, 78 ou cursaram até o ensino médio ou deixaram a graduação em universidade pela metade. 

Outros 62 possuem ensino superior completo, mas não existe informação se chegaram a atuar em suas áreas.

Os números estabelecem uma proporção de 45% de novos prefeitos com instrução até o ensino superior. A média nacional está em 55,4%. 

Em segundo lugar, aparecem os futuros gestores com apenas o ensino médio. Conforme o TSE, 50 deles informaram que completaram a fase básica da vida escolar. Outros três começaram, mas não concluíram. 

Quanto ao ensino fundamental, 12 prefeitos têm apenas o diploma dos primeiros anos escolares e 9 não concluíram nem mesmo esta fase.

Um candidato declarou à Justiça Eleitoral saber ler e escrever, mas não apresentou histórico escolar. 

Em Mato Grosso, a maioria dos eleitos é de homens, com idade média de 49 anos e raça branca. O comando de mulheres em municípios se manteve igual ao das eleições de 2016, pleito em que 15 foram eleitas.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorClima ameno até quando? Veja previsão do tempo para o feriado
Próximo artigoEx-ministro da Educação comemora adesão à nova técnica de alfabetização pelo país