Em MT, 15 municípios decretam situação de emergência; manifestação continua em 27 pontos

Os dados estão presentes em panorama atualizado divulgado pelo Governo no fim da tarde de hoje

A crise gerada pela greve dos caminhoneiros, que entrou no nono dia nesta terça-feira (29), já levou 15 municípios do Estado a decretarem situação de emergência. No momento, existem 27 pontos de manifestação em Mato Grosso. Os dados estão presentes em panorama atualizado divulgado pelo Governo no fim da tarde de hoje.

O decreto permite a compra de itens essenciais com dispensa de licitação e escolta contínua para insumos como combustível. Estão em situação de emergência os municípios de Chapada dos Guimarães, Itanhangá, Mirassol d’Oeste, Sorriso, Tangará da Serra, Água Boa, Campinápolis, Guiratinga, Nova Monte Verde, Nova Nazaré, Nova Olímpia, Paranatinga, Porto Alegre do Norte, Ribeirãozinho e Nova Monte Verde.

O panorama divulgado pelo Governo informa ainda que o estoque de vacina da gripe só durará até o próximo dia 4 e que falta matéria-prima na indústria. As cirurgias eletivas nos Hospitais Regionais permanecem suspensas e houve flexibilização nos cardápios dos presídios, sendo que as famílias estão autorizadas a levar alimentos para os detentos.

O governo também assegurou a entrega de medicamos para Sinop, onde está sendo realizada a Caravana da Transformação. Além disso, está em andamento uma força-tarefa para entrega de óleo diesel nas usinas termelétricas de Querência e no Distrito do Guariba.

O panorama destacou ainda que as cargas com insumos animais com adesivo estão sendo liberadas pelos manifestantes e que foi solicitada a prorrogação da vacinação contra Febre Aftosa para até o dia 15.

Até o momento, foram realizadas 102 escoltas, com 66 viaturas empregadas e 22 municípios atendidos. O Centro de Comando e Controle Integrado e o Procon estão atuando desde o início da greve.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVoos são normalizados no aeroporto Marechal Rondon
Próximo artigoJanaína denuncia supostas irregularidades em licitação para compra de maquinários