Da prisão ao cargo: Waldir Teis é reintegrado como conselheiro do TCE

Waldir Teis recebeu autorização do STJ, que entendeu que medidas restritivas impostas a ele já tiveram efeito

Foto: Reprodução/Internet

O conselheiro do Tribunal de Contas de Estado (TCE), Waldir Teis, foi reintegrado como titular do cargo nesta quinta-feira (23). O retorno foi determinado pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Raul Araújo. 

O ministro revogou as ações cautelares de prisão e de medidas restritivas que afastaram Waldir Teis do cargo em junho de 2020. Ele entendeu de que outros conselheiros que estavam impedidos de exercer a função foram reintegrados e o risco de “comportamento incompatível” seria o mesmo entre eles. 

LEIA TAMBÉM

“Hoje, o risco de o acusado adotar conduta incompatível com o seu retorno às funções de conselheiro é o mesmo dos demais conselheiros investigados, que já estão de volta ao TCE”, disse. 

O ministro cita as reconduções de Valter Albano, Antônio Joaquim e José Carlos Novelli investigados por suposto recebimento de propina do ex-governador Silval Barbosa (sem partido). Todas voltaram a integrar o conselheiro neste ano, após mais de dois anos afastados. 

No caso de Waldir Teis, as ações cautelares foram determinadas no primeiro semestre de 2020, a pedido da Polícia Federal, que o flagrou tentando esconder cheque também de suposta propina. O flagrante ocorreu durante cumprimento de mandado de segurança. 

Waldir Teis estava em prisão domiciliar desde agosto. A revogação da medida o leva diretamente para o pleno do TCE. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRetornamos ao papel
Próximo artigoTio é denunciado após assediar sobrinha a abraçando por trás e beijando próximo à boca