Coronavírus: nove de 11 infectados em MT estão bem – e em casa

Casos foram registrados em Cuiabá (8), Várzea Grande (2) e Nova Monte Verde

Em uma semana, o número de pacientes que testaram positivo para covid-19 em Mato Grosso passou de 3 para 11. Os casos foram registrados em Cuiabá (8), Várzea Grande (2) e Nova Monte Verde.

Segundo o governo, nenhum dos casos monitorados é grave. E com exceção dois deles, todos estão recebendo tratamento e cumprindo quarentena em casa.

Desde a semana passada, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, passou a informar os dados em lives pelas redes sociais. Entre a quinta-feira (19) – o primeiro dia – e esta quinta-feira (26), a média de contágio foi de 1,5 paciente por dia no estado.

No mesmo período, o número de casos suspeitos subiu de 59 para 385 registros; um aumento de 552%.

LEIA TAMBÉM

Entre as cidades com mais casos confirmados estão: Cuiabá (48), Sinop (33), Rondonópolis (32), Várzea Grande (27), Campo Verde (27) e Tangará da Serra (21).

No Brasil, são 2.915 casos confirmados e 78 mortes por covid-19. Os óbitos foram registrados, na sua maior parte, em São Paulo (58) e Rio de Janeiro (9).

Já os estados de Ceará e Pernambuco registram 3 mortes cada. O estado do Amazonas registrou uma morte, assim como o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A região Centro-Oeste entrou na lista de óbitos, com uma morte em Goiás.

Ficar ou não ficar em casa: eis a questão

Durante o pronunciamento diário, muitos internautas questionaram sobre a divergências entre o governo e alguns municípios. Isso porque o governador Mauro Mendes (DEM) tomu medidas flexibilizando o isolamento social no estado.

Uma edição no decreto estadual liberou, por exemplo, o funcionamento de shoppings e outros serviços.

A medida foi defendida pelo secretário, que não crê na necessidade de que o estado “feche 100%”. Figueiredo cita como argumento a necessidade de pagar salários e dar condições de que as empresas instaladas no estado consigam sobreviver.

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

“Tem município que não tem nenhum caso e praticamente já determinou toque de recolher. As medidas têm que ser bem dosadas, dentro do nível de pressão e temperatura que a epidemia vai determinar”, declarou.

A orientação do secretário é para que a quarentena seja mantida por quem tiver a oportunidade de ficar em casa.

Caso contrário, os protocolos de saúde recomendados devem ser seguidos. Entre eles: manter distância de um metro e meio das outras pessoas, lavar as mãos com frequência e cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMato Grosso tem 11 casos confirmados de covid-19 e 385 suspeitos
Próximo artigoCartórios funcionam remotamente; pedidos de atendimento presencial passam por análise

O LIVRE ADS