Cartórios funcionam remotamente; pedidos de atendimento presencial passam por análise

Apenas as portas estão fechadas, maioria dos atendimentos têm sido realizados via Central Eletrônica

Funcionários estão trabalhando no sistema de rodízio para garantir o atendimento (Divulgação/Anoreg-MT)

Os cartórios de Mato Grosso seguem fechados para o atendimento ao público. A medida visa evitar aglomerações de clientes e funcionários, atendendo a normas federais, estaduais e municipais previstas em ações de enfrentamento ao coronavírus.

Desta forma, quem precisa dos serviços de cartório deve recorrer à Central Eletrônica de Integração e Informações (CEI-MT), telefone, WhatsApp e e-mail. Quem optar por recorrer às ferramentas digitais é atendido por um notário/registrador que recebe eletronicamente o pedido, faz o registro e o envia ao solicitante.

O usuário pode acessar, visualizar e solicitar os serviços prestados como por exemplo, certidões de casamento, nascimento, óbito, escrituras, firmas, registro de imóveis, procurações, dentre outros.

A Central reúne numa única plataforma, os atos de mais de 240 cartórios mato-grossenses.

O presidente da Anoreg divulga serviços online

O presidente da Anoreg-MT, José da Arimatéia Barbosa diz que vários serviços podem ser solicitados online.

“Tudo de forma online, garantindo ao usuário comodidade, conforto e economia, pois não precisa se deslocar até o cartório. Todos os cartórios estão e sempre estiveram preparados para atender a demanda dos usuários”.

A Central Eletrônica de Integração e Informações foi criada em 2015 e oferece aos usuários dos cartórios celeridade e segurança jurídica nos atos praticados, ressalta Barbosa.

Atendimento presencial é possível

A Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT) ressalta que se por ventura o usuário necessitar ser recepcionado, cabe ao notário/registrador analisar o caso. E optando pelo atendimento presencial, devem ser seguidas às risca os procedimentos de saúde adequados.

Expediente interno

Tanto os notários/registradores quanto seus colaboradores estão atuando internamente nos cartórios, em forma de revezamento, adotando todos os procedimentos de prevenção ao coronavírus, bem como recomendações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJ-MT) e Corregedoria-Geral do Poder Judiciário (CGJ-MT).

Como utilizar a CEI

Para utilizar a CEI-MT, o usuário deve se cadastrar no site ou no aplicativo e validar o cadastro por e-mail. Em seguida, é necessária a compra de créditos por meio de boleto, sendo o valor mínimo de R$ 10.

Após a compensação, é liberada a consulta, que pode ser feita por CNPJ/CPF ou pelo nome da pessoa, seja ela física ou jurídica. Por questões de segurança e de sigilo, nem todos os documentos estão disponíveis para consulta.

Caso tenha dúvida acerca do funcionamento da CEI-MT, entre em contato pelos telefones (65) 3023-4371 e 98463-2945 ou e-mail [email protected]

Clique aqui para acessar a CEI-MT.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCoronavírus: nove de 11 infectados em MT estão bem – e em casa
Próximo artigoCoronavírus: a recomendação é pelo isolamento, mas alguns deputados têm dificuldade