Com afastamento dos outros titulares, Campos Neto será efetivado na presidência do TCE

Ednilson Aguiar/O Livre

Conselheiro Domingos de Campos Neto

Campos Neto ocupa a presidência e Luiz Henrique Lima a vice-presidência da Corte de Contas

O conselheiro Domingos Campos Neto deve ser eleito presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) na próxima terça-feira (14), quando completará dois meses no cargo. Nessa data, será realizada a primeira sessão ordinária do mês de novembro. Se não estivesse afastado do cargo, Valter Albano seria eleito presidente para os próximos dois anos. O atual presidente, Antonio Joaquim, também está fora do cargo.

Com o afastamento de todos os outros titulares, alvos da Operação Malebolge, Domingos Neto se tornou o presidente em substituição legal do órgão no dia 14 de setembro. A eleição o tornará efetivo no cargo, durante os anos de 2018 e 2019.

Em meio à crise que assola o TCE de Mato Grosso, o órgão tenta tocar os processos dentro da normalidade. O vice-presidente em exercício, o conselheiro substituto Luiz Henrique Lima, falou sobre a situação em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (8).

“A nossa preocupação é desempenhar bem o nosso papel constitucional, para que a instituição atue em Mato Grosso de acordo com as expectativas da sociedade. Alguns procedimentos importantes estão sendo feitos com relação às administrações municipais e do Estado”, disse Lima.

Cinco conselheiros foram afastados das funções em 14 de setembro, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), na Operação Malebolge: Antonio Joaquim, Valter Albano, José Carlos Novelli, Waldir Teis e Sergio Ricardo. Este último já havia sido afastado em janeiro, por decisão da Justiça estadual, acusado comprar a vaga no TCE. As cadeiras vagas estão sendo ocupadas por conselheiros substitutos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSelma aceita depósito de R$ 312 mil da Trimec e de seus donos
Próximo artigoPF investiga suposta encomenda por Sérgio Cabral de dossiê sobre Bretas

O LIVRE ADS