Após reunião para debater greve, Janaina Riva sai em defesa do governador

A presidente parabenizou Mauro Mendes e disse que expectativa é de que greve termina na sexta-feira

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Após reunião no Palácio Paiaguás na manhã desta terça-feira (28) para discutir a greve dos professores da rede pública estadual, deflagrada nessa segunda-feira (27), a presidente da Assembleia Legislativa, deputada Janaina Riva (MDB), saiu em defesa do governador do estado, Mauro Mendes (DEM).

A presidente parabenizou o governador por ter convocado e ouvido os deputados da base e da oposição e disse que isso nunca aconteceu na gestão anterior, de Pedro Taques (PSDB). De acordo com Janaina, a expectativa é de que as aulas sejam retomadas depois da reunião que será realizada nessa sexta-feira (31).

“É importante o governador chamar base e oposição para uma conversa como essa e o mais interessante, pedindo sugestão para reverter esse quadro através do diálogo e sintonia com a Assembleia. Por várias vezes o governador disse que entende a indignação do servidor do Executivo pelo trato diferenciado que existe em relação a servidores de outros poderes. Então, acredito que com essa boa conversa, muda muito o nível do debate. Quando trata com respeito priorizando o diálogo, isso aumenta a perspectiva de uma solução plausível”, defendeu.

A presidente também ressaltou os dados apresentados pelo governo que, segundo ela, comprovam que em alguns estados há melhor qualidade de ensino, com um investimento maior do que o de Mato Grosso, mas com a folha salarial menor. Ela também assegurou que a Assembleia Legislativa está atenta e vai contribuir até que o problema seja solucionado.

“Não há o que se falar em omissão quando eu e os demais deputados estávamos justamente reunidos com o governador para tratar do assunto, durante toda a manhã. Não há o que se falar em omissão por parte da Assembleia Legislativa, quando a pauta do colégio de líderes desta terça-feira é justamente para tratar do assunto. O governador deixou claro que está disposto a dialogar, porém, que a prioridade é pagar a RGA [Revisão Geral Anual] para todas as categorias, assim que houver equilíbrio em nossa lei de responsabilidade fiscal”, finalizou.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPopstar britânica teve participação cortada em Game of Thrones
Próximo artigoHomem encontrado carbonizado em tanque levou tiro antes do incêndio

O LIVRE ADS