Valtenir e Temer

Apontado por adversários como autor de uma manobra para dar mais um voto favorável ao presidente Michel Temer (PMDB), o deputado federal Valtenir Pereira (PSB) negou qualquer movimento nesse sentido. Detentor de indicações de cargos no governo federal, Valtenir afirmou que, se estivesse no exercício do mandato, iria seguir a orientação do PSB de votar contra o presidente.

Porém, ele sustenta que foi apenas uma coincidência o fato de ter saído de licença no mesmo período em que seria votada a denúncia contra Temer na Câmara, e de o terceiro suplente, Rogério Silva (PMDB), ter assumido a cadeira no momento de votar a denúncia, passando na frente de dois suplentes de outros partidos. “O acordo para que eu tirasse esta licença foi feito em 2014. O rodízio já havia sido acertado naquela época”, afirmou Valtenir à imprensa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO herói nosso de cada dia
Próximo artigoOrquestra da UFMT e Daniel tocarão juntos novamente

O LIVRE ADS