Taques insinua que gostaria de entregar governo para deputado

Antes de lançar seu sucessor para a corrida ao Palácio, Taques tenta aliança com Sachetti

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), disse, nesta terça-feira (17), que gostaria de um dia entregar o governo para alguém melhor que ele. Taques, inclusive, insinuou que um bom nome seria o do deputado federal e pré-candidato ao Senado pelo PRB, Adilton Sachetti.

Antes de lançar ou apoiar Sachetti como seu possível sucessor em candidatura futura ao governo, Taques, que deve ser pré-candidato à reeleição este ano, convidou, durante uma reunião em sua casa, o deputado para uma aliança.

“Conversamos sobre números e eu falei: Sachetti, em eu sendo candidato, você não quer vir pro lado de cá? Porque lá [DEM, partido que conta com Mauro Mendes como pré-candidato ao governo] você não tem vaga”, confidenciou Taques.

O governador não economizou nos elogios ao único pré-candidato que conta com apoio do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), e foi categórico ao afirmar que gosta muito do parlamentar.

“Sachetti fez uma grande administração em Rondonópolis, não foi vitorioso na reeleição, mas fez uma grande administração. É um grande deputado federal, teve muitos problemas pessoais, um mandato difícil. Sachetti é bem-vindo porque é um homem sério”, avaliou.

Apesar do convite, o pré-candidato ao Senado pelo PRB não deu uma resposta imediata ao governador. Eles ficaram de conversar de novo ainda esta semana, de acordo com o governador.

Sachetti não esconde sua pretensão de coligação com o grupo do pré-candidato ao governo Mauro Mendes (DEM). O deputado federal afirmou em entrevista ao LIVRE que, enquanto não houver ruptura com os democratas, conversas com outros possíveis postulantes vão ocorrer, mas não de forma aprofundada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSBCP repudia médicos não especialistas que fazem cirurgias plásticas
Próximo artigoPolícia Civil apreende 340 kg de cocaína em aeronave em MT; veja fotos