Taques diz que população só o rejeita por desconhecer seus feitos

Ele lembrou de sua campanha vitoriosa ao Senado, quando tinha apenas 2% das intenções de voto

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O governador Pedro Taques (PSDB), que deve concorrer à reeleição, ironizou as pesquisas de intenção de voto recente que mostram a liderança de pré-candidatos do DEM em todos os cargos eletivos e minimizou a rejeição ao seu nome, apontada nos levantamentos. “As pessoas não sabem o que fiz”, declarou em almoço oferecido para imprensa nesta terça-feira (17), no Palácio Paiaguás.

Segundo Taques, por meio de uma decomposição da rejeição ao seu projeto de reeleição teria sido identificado que 50% dela é composta por pessoas que desconhecem suas ações como governador. “Eu percebo isso na rua, tenho intuição de rua e numa eventual campanha nós vamos mostrar o que foi feito”.

[featured_paragraph]Além disso, o governador garante que pesquisas internas mostram que ele não estaria tão mal como apontam sondagens encomendadas pela oposição. “Um parlamentar falou que tenho 64% de rejeição, pesquisas chegam a falar em 42%. Se eu sou tão cachorro morto, por que estou apanhando tanto?”, questionou, repetindo a frase que tem o acompanhado nos discursos nos últimos dias.[/featured_paragraph]

O tucano ainda ironizou uma pesquisa que tem sido comemorada pelos democratas, na qual os pré-candidatos Mauro Mendes (Governo), Jayme Campos (Senado), Fábio Garcia (Câmara Federal) e Eduardo Botelho (Assembleia Legislativa) aparecem na liderança.

“O DEM está em primeiro para o Governo, para o Senado, para deputado federal, deputado estadual, para síndico de condomínio”.

Na sequência, Taques disse que respeita todos os levantamentos, mas lembrou da campanha de 2010, em que foi eleito senador por Mato Grosso com 24,48 % dos votos válidos. “Naquele momento histórico, eu estava com 2% das pesquisas de intenção de voto. Pesquisa é importante, mas hoje temos o que se denomina de pós-verdade. O cidadão tem 200 informações por dia. As pessoas mudam de opinião”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça Eleitoral abre habilitação para voto em trânsito
Próximo artigoMercado das Pulgas celebra um ano com feira de vestuário no Metade Cheio