“Servidor público tem que perder estabilidade”, afirma Mauro Mendes

Para governador, funcionário que não é eficiente tem que ser demitido

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, defendeu mudanças na legislação que garante a estabilidade do servidor público no país durante evento do LIDE-MT, realizado na última semana, em Cuiabá (MT).

Com o tema central “desburocratização”, uma das principais queixas dos empresários está relacionada à morosidade em muitos serviços da gestão pública, em razão de inúmeros processos repetitivos e também da falta de direcionamento da alguns servidores.

Questionado sobre o tema, Mendes disse que o servidor público tem que perder a estabilidade, caso não corresponda ao exigido pelo cargo.

“Funcionário poder ser demitido se ele não for eficiente, se nós não quebrarmos essa estabilidade do emprego nesse país. Se não der para fazer para os que lá estão, que façam para os novos. Ai a gente começa a reescrever a história da eficiência do serviço público”, disse.

Veja vídeo:

 

Metas para os secretários

Durante o encontro, o Governador revelou que todos os secretários de Estado e chefes de autarquias receberam metas visando a simplificação dos procedimentos.

“Temos metas periódicas e em quase todas essas metas há ações voltadas à desburocratização. É difícil, pois existe um arcabouço jurídico muito complexo que não depende apenas de nós”.

Para Mendes, só é possível uma economia mais solta e competitiva se o Estado ficar mais leve.

“O que posso garantir é que neste ano de 2020 nós faremos diversas ações para simplificar para dentro e para fora do Governo”, disse.

LEIA TAMBÉM:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

38 COMENTÁRIOS

  1. Esse governador é hipócrita e a sociedade é boiada.
    O servidor obedece seu chefe e seu chefe outro chefe. Se a coisa não anda é culpa de quem empunha a caneta que engaveta processos.
    Esses políticos colocam seus apaniguados sem formação incompetente e quer que o servidor público cometa improbidade passando por cima das ordens desses indicados de deputado, governador, etc. É por isso essa laia de político quer que servidor perca sua estabilidade, para poder colocar mais de seus apaniguados. E a sociedade burra, mas honesta, vai perder sua única oportunidade justa de entrar pro serviço público, que é o concurso.

  2. Olha esse cabra é safado viu, péssimo governador. Se os milhares de políticos não mamasse nas tetas do governo o Brasil estaria muito melhor. Um desigualdade sem fim que nunca acaba pelas péssimas gestões que encontramos por aqui

    • Pior governador não vou voltar nesse cidadão nunca mas enganador pegou o funcionalismo público sofrido com Pedro Taques prometeu em sua Campanha que ia melhorar o Funcionalismo agora mostra a suas mangas desde que entrou se Deus quiser vai ser de um só mandato vc é sua Raça nunca mas…..

  3. É o sonho de todo político. Acabar com a estabilidade significa, a uma, abrir muitas vagas para seus cabos eleitorais, sem qualificação e compromisso com o estado, a duas, poderão ter um bando de servidores comprometidos com quem indicou, obedecendo ordens ilegais sem questionar, aí… Já sabem, significa o fim da probidade, a três, o sucateamento do serviço público, que vai gerar a falta total de fiscalização sobre os atos ilegais, a quatro, vai afastar definitivamente os melhores profissionais do mercado da área pública; ou seja, o sonho nada mais é do que transformar a máquina pública numa lama de corrupção e incompetência.
    Acorda sociedade.

    • Bobinho, que de bobinho não tem nada, seu comentário tem muita lógica. É uma pena que boa parte da sociedade não vê os esquemas de muitos governantes deste país.
      É justamente por ter estabilidade que muitos servidores se negam a assinar falcatruas de certos políticos e quando a falcatrua é descoberta, adivinhem de quem é a culpa? Do servidor que assinou. É óbvio que há servidores corruptos, a corrupção está em qualquer setor, seja público ou privado, mas a culpa, meus caros, sempre repousa na ponta mais fraca do esquema.
      Agora imaginem se por qualquer motivo um servidor público, sem estabilidade, pudesse ser mandado embora. Seria assim: Não faz do meu jeito, está demitido.

  4. Para um Gestor que nai consegue dar dinheiro para o INDEA no interior comprar Material de limpeza e Higiene para as unidades locais, ta falando muito!
    Pode acabar desde que pague o FGTS!
    Há esqueci, os governos sao maus pagadores de suas dividas, ou seja, caloteiros!

  5. Esse governo que dar uma de sebe tudo ele só fica no seu gabinete e não faz nada em benefício do servidor público não tem competência de pagar o direito do servidor que e RGA que é uma micharia de aumento ainda quer falar que os servidores não trabalha o servidor nao tem estabilidade isso nao existe o que o governo tem que fazer e dar condições de trabalho para os servidores exercer as suas função com dignidade

  6. Senhor Governador, segue aqui a ” SOLUÇÃO ” para os servidores que NÃO PRODUZEM, como o senhor assim refere-se:
    – Faça um período probatório mais rígido, se o servidor NÃO tiver o perfil, que seja demitido;
    – Coloque para ser GERENTE de GESTÃO pessoas de carreira, ou seja concursado para que NÃO tenham “medo” desses servidores ” malas” e que esses, possam cobrar suas produções mensais e as execuções dos PROTOCOLOS elaborados anualmente (Pops);
    Obs: A exoneração dos servidores públicos , irá gerar aumento da CORRUPÇÃO e a população irá ficar sem o ” Fiscalizador” pois o servidor com estabilidade, NÃO é obrigado a fazer ” coisas” erradas mandadas pelos seus superiores, pois NÃO tem necessidade de ter o tal do ” rabo preso” e olhando por esse lado a sociedade perde este fiscalizador.
    Os CONTRATOS, tem que calar o bico, se NÃO fazerem do jeito que mandarem, é mandado embora na hora.
    É isso que o senhor tem interesse??? Acredito que não seja!
    Precisamos senhor Governador, de GESTÃO EFICIENTE para que possamos ter excelentes PRODUÇÕES. Abraços!

  7. Senhor Governador, segue aqui a ” SOLUÇÃO ” para os servidores que NÃO PRODUZEM, como o senhor assim refere-se:
    – Faça um período probatório mais rígido, se o servidor NÃO tiver o perfil, que seja demitido;
    – Coloque para ser GERENTE de GESTÃO pessoas de carreira, ou seja concursado para que NÃO tenham “medo” desses servidores ” malas” e que esses, possam cobrar suas produções mensais e as execuções dos PROTOCOLOS elaborados anualmente (Pops);
    Obs: A exoneração dos servidores públicos , irá gerar aumento da CORRUPÇÃO e a população irá ficar sem o ” Fiscalizador” pois o servidor com estabilidade, NÃO é obrigado a fazer ” coisas” erradas mandadas pelos seus superiores, pois NÃO tem necessidade de ter o tal do ” rabo preso” e olhando por esse lado a sociedade perde este fiscalizador.
    Os CONTRATOS, tem que calar o bico, se NÃO fazerem do jeito que mandarem, é mandado embora na hora.
    É isso que o senhor tem interesse??? Acredito que não seja!
    Precisamos senhor Governador, de GESTÃO EFICIENTE para que possamos ter excelentes PRODUÇÕES e melhores RESULTADOS . Abraços!

  8. O problema da ineficiência do serviço público é a estrutura precária que é oferecida para os trabalhadores e usuários; é o sistema administrativo burocrático comandado pelo secretariado desqualificado que ganha cargo público por indicação, é o excesso de contratos temporários que causa alta rotatividade profissional e pouca especialidade nos cargos; é a corrupção que não deixa o dinheiro chegar onde é preciso; e principalmente, a falta de investimento nos serviços públicos para causar, propositadamente, uma má qualidade no serviço que justifique a “demissão” do servidor que é o menor dos responsáveis e o elo mais fraco nessa história toda.

    Mas seu mandato passa senhor governador…

  9. É só cobrar produtividade e verá que tem muito servidor que vai apenas pra bater ponto e ficar de papo furado na sala do cafezinho dos órgãos públicos, falando de futebol e politica. Com isso o governo vai verificar que tem servidor que trabalha dobrado por ele e pelo servidor do cafezinho. Ta fácil de resolver.

    • Não precisa acabar com estabilidade, é só mandar uma equipe de repartição em repartição, chamar os servidores um a um em particular, e perguntar sobre os colegas… Havendo algo insatisfatório, abre uma investigação sobre o tal servidor, mas tudo documentado e sem malícia. Vai mandar embora 2 a cada 100 servidores, tenho certeza!

  10. “Esses canalhas querem o fim da estabilidade para ampliar o assédio moral contra os Servidores Públicos, aparelhar todo o Estado, legalizar a corrupção da rachadinha e instituir a lei da mordaça, como era na ditadura militar de 64.” Paulo Goggin. Concordo 100% e vc não citou o uso POLÍTICO dos funcionários públicos e contratados nas eleições, bem como o CONCHAVOS E TRETAS das contratações de terceirização que os “gestores públicos bandidos” adoram para obter prestígio e “vantagens pessoais”, no mínimo.

  11. O primeiro servidor a ser demitido do cargo que não faz o trabalho correto a favor do povo é ele mesmo , pois o povo colocou ele no lugar que ele está para cumprir o que ele prometeu ao povo, mas pelo visto não cumpriu.

  12. Mauro Mendes tem o olhar de um empresário, da rede privada! Eu concordo sim que alguns, não todos não querem trabalhar! Sim, somos também da iniciativa privada e sim nossos trabalhos andam! Quando chegamos a precisar de alguns órgãos públicos pasmem, demoram anos e anos !!!!! Principalmente em Várzea Grande, nos que queremos que o estado avance sofremos com a morosidade, eu concordo com a visão do governador!!!!

  13. Concordo plenamente desde que políticos como Mauro Mendes perdesse todos os privilégios que tem e que recebesse apenas o salário assim como mundo que trabalha.
    Não apenas o funcionário público que já é considerado um lixo diante da maioria da população.

  14. Concordo com Mauro Mendes, sou servidora publica, e infelizmente, quem paga o pato é quem realmente é comprometidos e pró-ativos no trabalho. Tem muito servidor mamando na teta do governo, só esperando o dinheiro cair na conta, atrapalhando quem quer trabalhar.

  15. Temos a estabilidade justamente para podermos exercer nossas funções sem assédio moral de superiores. Se fizermos coisas erradas ou não trabalharmos, essa estabilidade que temos não garante nosso emprego. Tudo politicagem para os políticos colocarem ” os seus ” em cargos públicos. Pior que o povo cai nessa conversinha !
    E quem vai julgar essa ” eficiência “, o senhor, governador ?

  16. Mauro Mendes pensa que é Alice no Pais das Maravilhas, kkkk É um tolo mesmo acha que ninguém sabe que ele usa dinheiro público para sanar as contas da sua empresa falida kkkk que grande empresário.

  17. Do mesmo jeito poderiam tirar todos os benefícios de governantes também né? Acabar com a mamata, acabar com privilégios… Pra acabar com a festa toda é necessário começar pelo salão de festa.

  18. Democracia zero é o lema deste que se diz Governo, adora a Monarquia onde um REI, e apenas ele, manda;
    os apoiadores deste gov já perceberam que o cara é mestre na rasteira partidária; cumpre acordo nenhum.
    Vai ser lembrado como o pior governo desde Carlos Bezerra, em ruindades superou os Campos e superou o Taques, conseguiu ser pior. Educação, Saúde e Segurança às minguas. Só vai fazer se for interesse da FIEMT ou do AGRO ou da FECOMÉRCIO, e olha lá, porque é muito ganancioso na arrecadação de impostos e isto vem massacrando também os empresários. Se o nosso Estado é o único crescendo com a pandemia, isto significa que a mão pesada do Estado não foi sensibilizada com a pandemia. E pelo que sabemos, srs empresários que apoiaram a pessoa errada, vem muito mais imposto por aí, então é hora dos srs pensarem bem antes de continuar apoiando este moço (da arrecadação a todo custo) agora nas eleições municipais, que todos sabem, influencia muito as eleições para o Estado. Para o funcionalismo, seja ele municipal, estadual ou federal, MM nem pensar, o mesmo vai massacrar mais ainda e ainda ajudar o gov federal a massacrar os funcionários federais e municipais.

  19. Estabilidade é uma garantia de imparcialidade de não ingerência de isonomia de não patrimonialismo , esse politiqueiro ligado ao agronegócio só pensa em defender os interesses da própria classe que possui inúmeros privilégios como isenção fiscal e outros subsídios.

  20. Esse governo que esta Mouro mentira ou Mouro promete, querem implantar a volta do coronelismo em mato grosso. No palanque da campanha servidor publico tem que ser concursados, ja no poder funcionrio publico gera dispesa. Seu cara de pal e ainda fica apoiando Roberto França para Cuiaba outro mintiroso. Todos vcs tem o troco cambada de tratantes. Olha eleitores esses ratos do passado quer voltar para roer o resto que sobrou.

  21. Deveria tirar a estabilidade dos péssimos gestores, como a gestão desse que apelidaram como governador, como tirar a estabilidade deles: só com 90 dias de governo não obter resultados satisfatórios, RUA. Vá procurar emprego na rede privada.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTraído, homem mata a esposa a facadas, chama a polícia e se entrega
Próximo artigoCachorro espera carteiro todos os dias para receber abraço; veja vídeo