Prefeitura destina R$ 3,5 milhões para salários atrasados da Santa Casa

Repasse ainda será analisado pela Procuradoria do Município, diz secretário

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Em audiência de conciliação realizada na sexta-feira (7), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), se comprometeu a fazer o repasse de R$ 3,5 milhões para o governo do Estado, com o objetivo de auxiliar no pagamento dos salários atrasados dos funcionários da Santa Casa de Misericórdia.

De acordo com o secretário adjunto de Gestão da SMS, João Henrique Paiva, o repasse será realizado em 7 vezes. “Importante ressaltar que, visando a legalidade do processo, essa proposta será analisada pela Procuradoria Geral do Município, uma vez que esse dinheiro é público. Apesar do fato de que esses funcionários não são da Prefeitura, o prefeito tem interesse em colaborar, pois os serviços da Santa Casa são essenciais para a saúde pública do município”, explicou.

Com mais de 200 anos de existência, a Santa Casa fechou as portas em março deste ano com uma dívida que ultrapassa R$ 118 milhões. Os cerca de 800 funcionários da unidade hospitalar estão sem receber salários há pelo menos 6 meses.

Além do aporte dos recursos da Prefeitura, serão repassados para o pagamento dos salários atrasados cerca de R$ 10 milhões pela Assembleia Legislativa e governo do Estado.

“Me coloquei no lugar destes trabalhadores que ralaram muito e que estão há vários meses sem receber e me solidarizei com o sofrimento deles. Apesar da Prefeitura não ser responsável por estes funcionários, uma vez que os serviços que utilizamos do hospital foram devidamente pagos, e nem todos cumpridos, decidi ajudar para que essa situação se resolva uma vez por todas”, comentou o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

(Com assessoria) 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTJ cita “práticas violentas” e nega liberdade a genro de Arcanjo
Próximo artigoCompare os atores com as pessoas reais de Chernobyl, da HBO