Operação Insídia: PMs e agricultor são denunciados pelo desaparecimento de seis pessoas

Denunciados teriam envolvimento no desparecimento de seis pessoas, que tentaram roubar soja em fazenda

Três policiais militares e um agricultor foram denunciados pelo desaparecimento de seis pessoas em União do Sul, a 646km de Cuiabá, que tentaram roubar um carregamento de soja. Os crimes teriam sido cometidos em abril do ano passado e são investigados na Operação Insídia.

Os militares vão responder por homicídio qualificado, tentativa de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, cárcere privado e associação criminosa. Já o produtor rural foi denunciado por fraude processual.

As investigações apontam para a execução de pelo menos seis pessoas, seguidas da ocultação dos respectivos cadáveres. Entre as vítimas está um funcionário da fazenda que trabalhava no local onde o fato ocorreu.

O crime

Segundo o Ministério Público, as seis vítimas se associaram e planejaram roubar, em abril de 2020, uma grande quantidade de soja que estava armazenada nos silos da fazenda em que um delas trabalhava.

Além dos homicídios, são apurados outros possíveis crimes conexos, como cárcere privado, constituição de milícia privada, corrupção ativa e passiva.

Em nota, a Corregedoria Geral da Polícia Militar informou que já existe um Inquérito Policial Militar(IPM) em andamento apurando a denúncia do suposto envolvimento de policiais militares.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSTF nega pedido para suspender decreto que impôs quarentena em MT
Próximo artigoMourão crítica Barroso e chama CPI da Covid de “interferência indevida”