Nilson Leitão assume IPA e subsidiará Frente Parlamentar Agropecuária com informações técnicas

Ex-deputado federal também é um dos consultores da Confederação Nacional de Agricultura (CNA) desde 2019

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB) assumiu a presidência do Instituto Pensar Agropecuária (IPA), que é constituída por 46 entidades do setor e tem o objetivo de defender os interesses da agricultura, bem como subsidiar os trabalhos da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) em Brasília.

A eleição foi realizada na terça-feira (25) e o nome de Leitão teve aceitação unânime. Ele, que já foi líder da FPA quando deputado, afirma que está concentrado e ciente dos desafios da nova função, que conciliará com o trabalho de consultor na Confederação Nacional de Agricultura (CNA), que desempenha desde 2019.

Leitão avalia que à frente do instituto terá como principal obstáculo o conflito de interesses entre as diferentes cadeias e regiões onde estão fixadas. Aponta ainda que precisará de um bom relacionamento com os envolvidos para equilibrar as demandas, construindo algo palpável em uma agenda nacional.

O IPA concentra entidades que representam grande parte do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil e entre as questões vistas como urgentes estão a burocracia dos Licenciamentos Ambientais, a regularização fundiária, o uso de defensivos agrícolas , os créditos rurais, a conectividade no campo e as exportações.

“Temos que entender o que o mercado quer, trabalhar as relações internacionais e diagnosticar se o produto nacional não é aceito em outros países por alguma questão técnica ou por nossa falta de habilidade com a comunicação”, defende.

Com relação ao futuro político, Leitão diz que ainda é cedo para se posicionar.

No momento ele quer se concentrar nos trabalhos de consultor e presidente do IPA, que, segundo ele, ocupará muito do seu tempo, impedindo a discussão de política partidária.

“Recentemente, eu perdi uma eleição – Leitão concorreu ao Senado no ano passado – e ganhei outra – a do IPA. Então, agora vamos esperar o momento certo para saber se o eleitor irá querer que eu ocupe outro cargo”, afirmou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm 10 anos, frota de veículos em MT aumentou 114%
Próximo artigoFotos | 10 presos fogem de cadeia pública de MT durante a madrugada