MT e Noruega buscam parceria contra desmatamento

Com o objetivo de tratar sobre o interesse da Noruega nas políticas de desenvolvimento sustentável, aliadas à preservação do meio ambiente, a embaixadora do País no Brasil, Aud Marit Wiig, esteve em Cuiabá, nesta terça-feira (24/01). Ela foi recebida pelo governador de Mato Grosso, Pedro Taques, nesta que é a segunda visita ao estado.

Aud Wiig participou de reunião com investidores da estratégia Produzir, Conservar e Incluir (PCI), adotada pelo Governo do Estado para erradicar o desmatamento até 2020.

Para Taques a presença da embaixadora mostra o significado da proposta PCI, o respeito à sustentabilidade, mas admite que não é possível falar sobre o tema sem recursos. “Não se faz preservação sem recursos, e isso já está quantificado num plano de ação”, explicou.

De 2004 a 2014, Mato Grosso teve um decréscimo no desmatamento ilegal em quase 90%, o equivalente a 1,9 giga toneladas de redução de emissão de CO2. Já entre agosto de 2015 a 2016, a diminuição do desmatamento chegou 19%, segundo dados divulgados pela secretaria de Meio Ambiente (Sema).

Aud Wiig destacou que o estado tem feito um trabalho contínuo no que se refere ao fim do desmatamento, com a implantação da estratégia. “Isso está sendo observado pelo mundo todo e, sem dúvida, é uma importante contribuição no combate ao aquecimento global”.

Para a embaixadora é possível combinar produtividade com a proteção ambiental, em razão dos resultados já apresentados.

Preservar, Conservar e Incluir 

A Estratégia PCI tem como objetivo acompanhar o cumprimento das metas apresentadas na 21ª Conferência Global do Clima (COP 21), realizada em Paris, na França, em 2015. Na ocasião, Mato Grosso se comprometeu em reduzir o desmatamento ilegal a zero até o ano de 2020, e também em realizar ações para conter o aquecimento global.

O diretor-executivo do Comitê Estadual da Estratégia, Fernando Sampaio, citou que existem muitos investidores de fora interessados em colocar dinheiro em Mato Grosso. O objetivo é juntar o grupo de investidores para coordenar esses investimentos dentro do estado para fazer essas metas acontecerem de forma mais efetiva e otimizar o uso de recursos.

Também participaram da reunião representantes da Embaixada dos Países Baixos, Ramon Gerrits; o vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro; o secretário de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf), Suelme Fernandes; e representantes de organizações que fazem parte da estratégia PCI, como o Fundo de Clima Althelia, do Fundo Amazônia/BNDES, do Tropical Forest Alliance (TFA), da Carbon Trust, e da Fundação Amaggi.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA tragédia aérea que se tornou referência
Próximo artigo“Tirando as armas de fogo nós reduzimos todos os índices criminais”