Mourão não vê crime de responsabilidade e descarta possibilidade de impeachment

Segundo o General, o presidente não foi responsável pelo aumento no número de mortes durante a pandemia

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Nesta quarta-feira (20), o vice-presidente da República Hamilton Mourão comentou sobre a gestão do governo federal durante pandemia e sobre a remota possibilidade de um processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com Mourão, o presidente Jair Bolsonaro não teria sido o responsável por fazer as pessoas sairem nas ruas. O general reforçou ainda que em nenhum lugar do Brasil o lockdown prosperou.

Segundo Mourão, o Brasil é diferente de países como a França, onde as pessoas são mais dispostas a respeitar o isolamento social, e também diferente de paises como a China, onde as pessoas são obrigadas a respeitar o isolamento por pressão do governo.

“Ele [Bolsonaro] não foi o responsável pelas pessoas saírem para a rua. Aí tem uma responsabilidade compartilhada entre todas as esferas de governo. Nenhum dos nossos governadores e prefeitos conseguiu implementar um lockdown para valer. Até porque no Brasil esse troço não dá. O Brasil é um país muito grande, muito desigual. Não é a França ou a Espanha, que você dá um grito em Madri e todo mundo ouve. Na China, o cara bota a força armada na rua, cerca, derruba a internet… É diferente daqui”, disse o general.

Sem adesão de maior parte dos parlamentares, um suposto pedido de impeachment vem sendo debatido. No momento, o processo ainda não é viável e não deve sair do papel.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSem crise de oxigênio
Próximo artigoVárzea Grande decreta emergência e altera horário do comércio