Grupo de moradores pede duplicação de trecho da BR 163

Líderes das entidades se planejam para criar uma Organização Não-Governamental para cobrar do governo federal e da concessionária a duplicação da rodovia

Registro do protesto publicado pelo site Só Notícias

Os constantes casos de acidentes na BR-163 têm motivado manifestações de moradores nas regiões do Norte e Médio Norte. Segundo informações do site Só Notícias, nesta manhã, representantes de ao menos 20 entidades voltaram a interditar a passagem de veículos no pedágio da Concessionária Rota Oeste, em Lucas do Rio Verde.

Líderes das entidades se planejam para criar uma Organização Não-Governamental para cobrar do governo federal e da concessionária a duplicação da rodovia.

Eles cobram a duplicação da rodovia federal no Norte e Médio Norte, por conta do intenso tráfego de carretas, caminhões, veículos que acaba por ocasionar graves acidentes com vítimas fatais.

De acordo com o site, nesta sexta-feira (16), a exemplo, duas carretas e um caminhão se envolveram e a rodovia ficou bloqueada por mais de duas horas.

Já na quarta-feira, no período da noite, bem próximo a Lucas do Rio Verde, um advogado morreu ao capotar sua caminhonete ao desviar de restos de pneu na pista.

A assessoria da concessionária teria relatado ao Só Notícias que o grupo com aproximadamente 30 veículos iniciou a manifestação na praça de pedágio 8. As cabines sentido Nova Mutum e Sorriso manuais ficaram fechadas. Já as pistas de pagamento automático não foram interditadas. Os manifestantes encerraram movimento por volta das 10h.

A empresa administrará a rodovia por 30 anos. Até agora, duplicou 117,6 quilômetros na região Sul do Estado. No Nortão não tem duplicação – exceto trechos nos perímetros urbanos de Sinop e Sorriso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS