Governo diz que espera pela Anvisa vai atrasar entrega de vacina russa a MT

Contrato assinado pelo governo diz que as primeiras remessas começam a ser liberadas na próxima semana, mas isso ainda depende da Anvisa

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

A entrega da vacina russa Sputnik V a Mato Grosso deve atrasar pela demora na liberação de importação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O governador Mauro Mendes disse nesta terça-feira (13) que o cronograma em contrato prevê o início da remessa no dia 20 deste mês. 

“A previsão inicial é que o fundo russo, com quem assinei a compra direta, por volta do dia 20, entregue as primeiras doses a Mato Grosso. Mas, com certeza, essa demora da Anvisa em liberar a importação vai impactar nesse calendário”, disse ele, em entrevista à rádio Capital FM. 

O governador afirmou que a entrega de 1,2 milhão de doses está dividida em quatro lotes, que devem ser entregues em abril, maio, junho e julho. O imunizante deve ser produzido pela farmacêutica União Química, em São Paulo, empresa autorizada pelo governo russo. 

Porém, a importação depende da autorização Anvisa, que analisa documentos sobre a qualidade da vacina e de produção. Em reunião na semana passada com representantes da agência, o governador Mauro Mendes subiu o nível da cobrança, junto com outros governadores. 

Hoje, ele fez declaração em tom mais político sobre o assunto e disse ter ouvido de técnicos da Anvisa a “percepção de má vontade” na liberação da vacina. 

“Você conversa com técnicos e eles dizem que percebem uma má vontade para liberar a Sputnik V, é uma burocracia desnecessária. A Anvisa é uma agência do governo e parece que não é bem vista compra de vacinas por Estados e municípios”, disse.   
 
A Anvisa afirmou aos governadores signatários de consórcios que iria a Moscou, em caráter de imediato, para buscar documentos embasasse a análise de uso emergencial da Sputnik V. Porém, a viagem foi adiada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça retoma em maio julgamento de supostos membros do Comando Vermelho
Próximo artigoMulher é agredida dentro de carro, dirige até delegacia e entrega o namorado