Geólogo descobre que tem cargo em sindicato do qual nem é sócio

O nome e documentos da vítima foram usados durante três anos

Foto ilustrativa

Um geólogo de 57 anos registrou um boletim de ocorrência nessa terça-feira (11) após descobrir ter um cargo no Sindicato dos Condomínios de Cuiabá sem nunca ter nem mesmo se associado ao sindicato.

Segundo a vítima, seu nome consta nas atas de eleição e posse da diretoria do sindicato nos anos de 2012, 2015 e 2020 como suplente.

Ele, porém, nunca participou, nem foi associado ao Sindscon, nem conhece os envolvidos com o sindicato.

O geólogo disse, ainda, que os CPFs e RGs que constam na ata não foram fornecidos por ele e, inclusive, estão com SSP do Paraná, não de Mato Grosso. E que as assinaturas nas atas não são dele.

Além disso, ele não conhece o condomínio que consta como referência a ele e, muito menos, foi síndico eleito do local.

À polícia ele disse que jamais autorizou alguém a representá-lo e pediu que a Polícia Civil investigue a legalidade dessas atas.

O caso foi registrado como outras fraudes.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCaso Isabele: defesa contesta afirmações de que tiro teria sido intencional
Próximo artigoFogo já consumiu 185 mil hectares do Pantanal mato-grossense