Empresário alerta sobre risco de desabamento de casarão histórico

Ednilson Aguiar/Olivre

 centro histórico de Cuiabá

O empresário Wellington Jesus, dono de loja de artigos religiosos, acredita que parede pode ruir

Mais um casarão histórico do Centro de Cuiabá tem sido alvo de preocupação, especialmente, dos vizinhos. A casa nº 79 da rua Pedro Celestino, incorporado ao patrimônio do município sofre com a ação do tempo e para alguns, com o descaso.

“A Prefeitura não cuida e o local se transformou em um criadouro de mosquito da dengue, além de um risco a quem passa por esta calçada”, diz o proprietário da loja ao lado do casarão, Wellington Jesus Costa. Ele vai apontando as pedras de concreto que caíram da estrutura e por sorte, não machucaram ninguém.

Ednilson Aguiar/Olivre

 centro histórico de Cuiabá

Segundo ele, dois funcionários do estacionamento ao lado já ficaram doentes e um terceiro, estaria afastado por suspeita de zika. Mas o maior dos problemas, segundo Wellington, é o risco de uma das paredes desabar sobre a sua loja. “A parede do meio caiu e há risco de outro da estrutura, que fica ao lado da minha parede, vir abaixo. Posso perder tudo. Já falei com o IPDU, já falei com várias pessoas e eles só vão passando a gente para outra pessoa”, lamenta.

Em entrevista ao Livre, o secretário de Município de Cultura, disse que quanto a esse casarão, a Prefeitura já avançou em algumas situações, como a limpeza e a proteção com lona. “Porém, teremos que realizar nova licitação. Os anos se passaram e o objetivo da obra foi mudando ao longo do tempo e novos ajustes foram solicitados pelo Iphan. Já falei com o secretário de obras e vamos realizar ações emergenciais”, garantiu.

Ednilson Aguiar/Olivre

 centro histórico de Cuiabá

Registro feito pela fresta da porta da frente

 

“Quando a licitação ficar pronta, quando liberarem a verba, já caiu a casa em cima de gente, já caiu minha loja, não vai adiantar mais nada. É muita enrolação”, disse o empresário Wellington.

Ednilson Aguiar/Olivre

 centro histórico de Cuiabá

 

Michel Alvim

Casarão 79

Registro de 2014. Casa ocupada á época, já estava com estrutura em aparente declínio

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Me identifico muito com o eleitor do Bolsonaro”, diz Ciro Gomes em Cuiabá
Próximo artigoBatalhas de poesia estão causando um alvoroço!

O LIVRE ADS