Diretor aposentado da Petrobras e da Caixa Econômica Federal lança biografia no dia 24 de Julho

(Foto: Reprodução/Instagram)

No dia 24 de julho, das 09h às 12h, o Magrello Doce recebe o lançamento do livro “Eu estava lá – onde Paulo Cezar Figueiredo de Mattos narra algumas de suas memórias numa prosa afetiva, cheia de grande emoção”, escrito pelo jornalista Prof. Dr. Edwaldo Costa.

O evento contará com a participação do próprio Paulo Cezar, um dos poucos que ainda está vivo e sabe contar com lucidez sobre o governo militar e a Petrobras, um dos maiores produtores de petróleo e gás do mundo.

O livro custa R$ 30,00 (trinta reais) e todo o valor arrecadado será revertido em alimentos e doados para o Asilo Lar dos Vicentinos de Sinop-MT.

A obra tem cerca de 100 páginas, reviver de forma sucinta os bastidores da história do Brasil e da Petrobras, além de mostrar uma grande história de vida e superação. Mas engana-se quem pensa que é um livro sobre política, afinal, a obra também aborda a família, as missões no Brasil e no exterior, conta sobre o naufrágio do seu pai Oyama Sonnenfeld de Mattos, oficial da Marinha do Brasil, como foi contratado pela General Motors em cinco minutos, a posse inusitada na Caixa Econômica Federal, a presidência e fundação da FUNCEF, a palestra em inglês na ONU sobre correção monetária, a implantação da primeira bomba de combustível (álcool) em Cuiabá e outros estados brasileiros.

Paulo Cezar Figueiredo de Mattos (Foto: Reprodução/Instagram)

Apesar da pandemia prejudicar todo o processo, Paulo e a família acharam que não dava mais para esperar para lançar o livro. O evento será uma forma de homenagear o executivo aposentado, e presenteá-lo com flores em vida: “de certa forma, será uma grande homenagem para aquele que contribuiu com o desenvolvimento do Brasil.”

Outras informações
(65) 99945-3290

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmpresário foragido seria o líder de esquema de fraudes em licitação do transporte
Próximo artigoGrupo de apoio para dependentes químicos vale a pena?