Cuidados com instalações evitam desperdício de água e prejuízos na fatura

Mão de obra especializada e materiais de qualidade são essenciais; testes rápidos auxiliam moradores

(Foto: Arquivo)

As instalações hidráulicas funcionam como verdadeiras “artérias” nas residências, responsáveis pela distribuição e reservação interna de água, do cavalete – ponto de conexão do imóvel à rede pública de abastecimento de água – até a torneira. Por estarem entre as partes mais importantes da estrutura de construção, essas instalações impactam diretamente no consumo de água, seja no desperdício ou na economia ao bolso do consumidor. Contar com mão de obra especializada e materiais de qualidade é primordial ao sistema interno.

A caixa d’água é o coração do sistema hidráulico residencial. É nela que a água vinda da rede pública de abastecimento será armazenada e posteriormente distribuída a todos os pontos de saída da casa. Sua correta instalação facilita a distribuição e a pressão da água. E aqui vai uma dica importante: opte sempre pela instalação do reservatório no ponto mais alto da casa. Isso fará toda a diferença no volume do fluxo de água ao abrir o registro do chuveiro ou a torneira da pia para lavar a louça.

Além dos cuidados com a limpeza, que deve ser feita regularmente, a cada seis meses, e o correto tamponamento das caixas d’água, é importante se atentar ao funcionamento e à data de validade da boia. O mau funcionamento desse equipamento básico pode impedir o abastecimento regular da caixa, causando vazamento e desperdício de água, além de interferir no consumo interno registrado na unidade consumidora, encarecendo a fatura mensal de água.

Vazamentos. Essa é uma das formas mais comuns de perda de água. O desperdício ocasionado por vazamentos acaba trazendo prejuízo não só para o orçamento doméstico, mas também ao meio ambiente. Caso perceba variação repentina no valor de sua fatura mensal, sem que haja aumento proporcional no consumo, procure a concessionária de saneamento de sua cidade ou um profissional especializado.

Há alguns testes simples que podem ser executados com facilidade pelo próprio morador, para que verifique a existência de vazamentos. No caminho entre o hidrômetro e a caixa d’água, feche o registro de entrada da caixa e anote os números marcados no visor do hidrômetro. Após uma hora, faça a leitura novamente. Se houver mudança nos números, possivelmente há um vazamento interno. Invisível, mas prejudicial ao consumidor.

Para verificar se há escapes na encanação, feche todas as torneiras, a boia da caixa d’água e desligue todos os aparelhos que usam água. Feito isso, no reservatório, marque o nível de água interno. Se após duas horas o nível estiver mais baixo, você estará diante de um sinal de vazamento. Outros tipos de testes podem ser consultados diretamente no site da Águas Alta Floresta. Basta acessar https://www.iguasa.com.br/cuiaba/informacoes-para-voce e clicar na barra “Como identificar vazamento interno”.

Cuidar das instalações hidráulicas também é usar a água de forma consciente, evitando o desperdício. O meio ambiente e o seu bolso vão agradecer.

Sobre a Águas Cuiabá – Por meio de concessão plena com validade de 30 anos, a Águas Cuiabá assumiu os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na capital matogrossense em 2012. A empresa atende a 613 mil pessoas e tem como objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e à coleta e tratamento de esgoto. Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia que está presente em 37 municípios brasileiros e que alcança 6 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil.

Sobre a Iguá Saneamento: A Iguá Saneamento, controlada pela IG4 Capital, atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em 37 municípios de cinco estados brasileiros: Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná, por meio de 18 operações que somadas beneficiam 6 milhões de pessoas. O alcance dos serviços prestados pela companhia a coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento do país. Em 2019, foi eleita pelo terceiro ano consecutivo uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Grate Place to Work (GPTW). Atualmente, emprega cerca de 1,5 mil pessoas. O nome Iguá é uma referência direta ao universo em que atua: em tupi-guarani, “ig” quer dizer água. www.iguasa.com.br.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO Teste do Marshmallow
Próximo artigoMT é 13º em ranking de transparência nos gastos com a covid