Cuiabá está preparada para “segunda onda” e não vai mais parar economia, diz prefeito

Emanuel Pinheiro diz que Cuiabá está preparada, com rede de leitos exclusivos para covid-19 e informação à população

O prefeito Emanuel Pinheiro disse nesta terça-feira (12) que o sistema de saúde de Cuiabá está preparado para passar pela chamada “segunda onda” da covid-19. A cidade já teria estruturado “os pilares de informação à população e disponibilidade de leitos” exclusivos para pacientes da doença. 

“As pessoas precisam trabalhar, até mesmo para se proteger contra a doença. E não tem um cidadão em Cuiabá, no mundo, que não saiba hoje como se proteger. Os leitos que temos [na rede municipal] daria tranquilamente para atender Cuiabá, mas recebemos pacientes de outros municípios. Por isso, já pedi ao Ministério de Saúde credenciamento de mais leitos”, disse ele, em entrevista à rádio CBN. 

Sem mais paralisações

Segundo ele, essa estrutura descarta a retomada de decretos de paralisação das atividades econômicas. O foco da prefeitura neste momento estaria concentrado nos grandes eventos de aglomeração. 

“A gente vê algumas pessoas ainda desrespeitando as regras de segurança, mas agora é questão de consciência. Não vou ficar baixando decreto para dizer o que fazer ou o que não fazer. Não tem decreto do mundo que mude a consciência das pessoas”, pontuou. 

No fim do ano passado, a prefeitura divulgou a projeção de início da segunda onda a partir desta semana, com a identificação de novos casos ocorridos nas festas de fim de ano. Ontem (11), o boletim de avaliação da pandemia, atualizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), informa que o risco contágio na Capital subiu para moderado. 

Essa mudança é reflexo da subida na taxa de ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e enfermaria no Sistema Único de Saúde (SUS) municipal com taxa na casa de 50%. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmpregada vai morar na casa de patrão de 82 anos, fica presa e sofre assédio sexual
Próximo artigoPadrinho é acusado de beijar a boca de afilhada de 12 anos